Desporto

Associação termina época com distinções

António Cristóvão |

Wilson Afonso, da categoria de menos 81 quilos da Escola do Rangel, e Luísa José, -52 kg (Uragan), foram considerados os atletas do ano 2017, pela Associação Provincial de Judo de Luanda (APJL), na cerimónia de encerramento da época, realizada sábado na Escola do 1.º Ciclo Nimi ya Lukeni N.º 1176 (ex-5033), no distrito urbano do Rangel.

Homenagem e combates-treino encerraram a temporada
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

O judoca da Escola do Rangel foi campeão nacional, na prova disputada nos dias 16 e 17 de Dezembro, na cidade do Sumbe, na província do Cuanza-Sul, e venceu igualmente o provincial da capital, enquanto Luísa José foi vice-campeã.
Durante a cerimónia, Giovani Pedro "Cabelo Mau" (-60 kg), da Escola do Rangel, e Paula Cassandra (52 Kg), do Clube da Boavista, foram considerados “atletas revelação”. A Escola do Rangel, de Yuri Paím, e o Clube da Boavista são as academias da temporada. O clube Uragan recebeu o troféu de equipa "Fair Play" do ano que terminou ontem. A APJL distinguiu, também, como treinador do ano Rossânio Neto, da Escola do Cazenga, enquanto Edilson Júlio (presidente da Federação Angolana de Judo) foi considerado o dirigente da época.
André de Sousa Sampaio, Matias L:ourenço, Carlos Correia, Luís Fortunato, José Marques, Mateus Cardoso, Yuri Villarigues, Domingos Fabiano, João Adriano, Yuri Paím, Rafael de Carvalho, José Malori, Domingos Agostinho, José Marques, Paulo Zinga, Maiala António foram distinguidos com certificados.
Antes da homenagem e distinção foi realizada uma acção formativa, orientada pelos mestres Yuri Paím e João Adriano. Depois do aquecimento de 15 minutos, Yuri Paim, seleccionador nacional, orientou a técnica Nage-Waza durante 30 minutos, e com o mesmo tempo João Adriano ensinou a técnica Ne-waza, acção bastante concorrida pelos atletas, com realce da apresentação dos atletas Rodrigues Panzo João (residente em França) e Mulaza Carlos (Brasil).

Tempo

Multimédia