Desporto

Dupla angolana longe do objectivo traçado

Teresa Luís | Rabat

A dupla angolana de voleibol de praia Edson Figueiredo /Edén Sequeira terminou a participação nos Jogos Africanos de Rabat, na quinta posição da tabela classificativa, ao derrotar os moçambicanos Nguvo/Soares, por 2-0 “sets”.

Figueiredo e Sequeira afastados da revalidação do título
Fotografia: Miqueias Muachangongo | Edições Novembro

Na partida disputada na praia de Salé, os comandados de Morais Abreu, à semelhança dos irmãos do Índico, mostraram-se empenhados em alcançar o triunfo, mas os angolanos foram mais eficazes, e venceram o primeiro “set”, por 21-18.
Refeitos do cansaço, no segundo, as duplas entraram com a mesma dinâmica, para a alegria do público que vibrava a cada ponto marcado. O equilíbrio fazia antever a disputa de um terceiro “set”, mas Edson e Edén não mediram esforços para chamarem a si o triunfo, embora o desgaste físico começasse a tomar controlo da situação.
Os angolanos ganharam aos moçambicanos, por 21-15. O Jornal de Angola apurou junto do técnico Morais Abreu, que o desafio com o Rwanda, na fase preliminar, ditou a prestação de Angola no torneio, cuja meta passava pela revalidação do título.
“ Tudo ficou definido naquele jogo. Mas, não vamos chorar sobre o leite derramado. Importa agora levantar a cabeça e continuar a trabalhar. Há outras metas a alcançar ”, declarou o treinador.
 A Gâmbia conquistou a medalha de ouro, ao bater Marrocos na final, por 2-1, enquanto o Rwanda terminou com o bronze, após triunfo diante da África do Sul, pelo mesmo resultado.

Tempo

Multimédia