Desporto

Fase a eliminar do Campeonato arranca hoje na Alemanha

Sérvia e Montenegro disputam uma das partidas mais esperadas dos oitavos-de-final, às 17h30, na Arena de Magdemburgo.

Anfitriãs contam com o apoio do público no apuramento
Fotografia: Hendrik Schmidt | AFP

Duas selecções oriundas da mesma escola (ex-Jugoslávia), com plantéis que se encaixam um no outro, tornando difícil qualquer prognóstico.
Comandadas pelo seu compatriota Ljubomir Obradovic, técnico com passagem por Portugal, onde treinou o actual seleccionador masculino de Angola, Filipe Cruz, as sérvias terminaram a fase preliminar sem consentir qualquer derrota.
Após duas goleadas sobre a China (43-23) e os Camarões (34-21), as vice-campeãs mundiais em 2013 empataram com a Alemanha (22-22) e Holanda (27-27), derrotando a Coreia do Sul, por 33-28, no último jogo da primeira etapa.
Menos consistentes, as montenegrinas conseguiram uma importante vitória sobre a Dinamarca (31-24), no arranque da prova, perdendo as duas partidas seguintes face à Rússia (24-28) e o Japão (28-29). A vitória sobre a Tunísia (29-23) e o empate diante do Brasil a 23 golos, na última jornada, garantiram a qualificação de Montenegro para os oitavos-de-final.

Favoritismo repartido
Em Leipzig, à mesma hora, Hungria e França travam outro duelo empolgante, onde o talento das húngaras Anita Gorbicz e Nadine Schatzl pode não ser suficiente para superar a disponibilidade física e agressividade das francesas, actuais vice-campeãs olímpicas.
Suécia - Eslovénia e Alemanha - Dinamarca são os dois últimos desafios, às 20h30, em Leipzig e Magdemburgo. As restantes quatro partidas dos oitavos-de-final disputam-se amanhã, com o seguinte cartaz: Roménia-República Checa, Rússia-Coreia, Japão-Holanda e Espanha-Noruega.

Tempo

Multimédia