Desporto

Federação apresenta corrida tradicional

Teresa Luís |

A 41 dias do tiro de partida da 62ª edição da tradicional corrida São Silvestre, a Federação Angolana de Atletismo (FAA) apresenta a prova na sexta-feira às 10h00, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo.

Organizadores querem manter nível internacional da prova
Fotografia: Teresa Luís |

A ser disputada a 31 de Dezembro nas ruas de Luanda, a São Silvestre começa no Largo da Mutamba e termina no Estádio Municipal dos Coqueiros, numa distância de dez quilómetros.
Questões relacionadas com as inscrições dos atletas, a participação de fundistas estrangeiros, os prémios e o estado do percurso vão dominar o encontro.  O meeting internacional “Demósthenes de Almeida” e as inovações que podem surgir na presente edição são outros elementos que o elenco federativo pretende esclarecer.
Com a apresentação da corrida, a direcção da FAA almeja criar condições para que a prova seja disputada sem sobressaltos. Fonte do Jornal de Angola próxima da Federação explicou que pretendem inscrever atletas estrangeiros, de modo a conferir o carácter internacional à São Silvestre.  “Estamos a trabalhar direccionados para termos uma prova internacional. Vamos chamar o agrimensor da IAAF, por forma a  não perdemos o certificado. A outra meta é manter a nossa corrida no ranking da Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Rua”, explicou.
O órgão reitor do atletismo tenciona ainda manter a parceria com a empresa MRD, mas num formato diferente: “Estamos em condições de assumir as responsabilidades outrora suportadas pela MRD. Na altura, tivemos pouco tempo de preparação. Vamos contar com a referida empresa, mas noutro modelo”.
No ano passado, com dois mil participantes, o atleta do Interclube Francisco Caluvi venceu a São Silvestre, ao marcar o tempo de 31 minutos e 25 segundos, seguido por Alexandre João do 1º de Agosto, com registo de (31min e 38 seg).
Em femininos, Adelaide João, do Interclube, ocupou o primeiro lugar, com 37 minutos e 3 segundos.

Tempo

Multimédia