Desporto

Hamilton renova com a Mercedes mas sem recorde

A Mercedes confirmou a renovação de contrato com Lewis Hamilton por mais dois anos, até 2020. Os valores do contrato não foram revelados, porém, o certo é que o piloto britânico ficará longe do recorde de salário na Fórmula 1, detido por Kimi Raikkonen, que entre 2007 e 2009 recebeu 43,8 milhões de euros/ano na Ferrari.

A BBC noticia que Hamilton manterá as condições salariais dos últimos meses: salário anual de 33,5 milhões de euros, valor que poderá ascender aos 44,7 milhões dependente de prémios.

Tempo

Multimédia