Desporto

Lewis Hamilton alarga avanço no campeonato em Singapura

O britânico Lewis Hamilton, piloto da Mercedes, venceu ontem o Grande Prémio de Singapura de Formula 1 e aumentou para 28 pontos a vantagem sobre o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que abandonou a 14ª prova do campeonato após um despiste no início da corrida.

Piloto britânico aumenta vantagem na classificação
Fotografia: Mark Thompson | Getty Images

A vitória foi-lhe praticamente oferecida pelos pilotos da Ferrari e por Max Verstappen, mas como diz o adágio popular, “a cavalo dado não se olha o dente”. Depois do incidente, que sucedeu poucos segundos depois da partida e que deixou fora de combate Vettel, Verstappen e Raikkonen, Hamilton ficou com o caminho livre para vencer, o que fez com grande facilidade.
Daniel Ricciardo persegui-o durante toda a corrida, não muito longe, mas apesar de três “Safety Car” nunca foi capaz de confirmar o melhor andamento dos Red Bull, até porque a fase inicial da corrida foi disputada com a pista muito molhada, e só a segunda parte foi com o traçado seco, o que pode ter interferido com as afinações.

Conforto no topo

A verdade é que Hamilton sai de Singapura com 28 pontos de avanço, que não sendo decisivos tornam a questão bem mais complicada para Vettel, pois agora vêm aí corridas que não são favoráveis à Ferrari, embora também não o sejam claramente à Mercedes como o foram Spa e Monza.
O campeonato está, portanto mais bem encaminhado para Hamilton. Para Vettel tudo correu mal este fim-de-semana e agora com a investigação que está a ser feita ao acidente, veremos se as coisas não pioram ainda mais, porque apesar do alemão ter dito que não foi sua culpa, há quem não pense assim. No mínimo vai ser considerado um incidente de corrida, mas o pior efeito já lá está.
O tricampeão mundial (2008, 2014 e 2015), que detinha três pontos de vantagem sobre Vettel, somou o sétimo triunfo da época numa corrida atribulada.

Tempo

Multimédia