Desporto

Pérolas jogam em Paris frente à forte Eslovénia

A Selecção Nacional sénior feminina de andebol defronta a Eslovénia, às 18h00 do dia 24 de Novembro, no pavilhão Pierre de Coubertin, em Paris, na primeira jornada da décima segunda edição do Torneio Internacional Razel-Bec, organizado pela Federação francesa.

Aznaide Carlos é uma das meias-distância central às ordens do dinamarquês Morten Soubak
Fotografia: Rogério Tuti | Edições Novembro

Duas horas e meia depois, as anfitriãs jogam com a Tunísia, outra representante africana na prova, completando assim o primeiro dia de competição que vai ser disputada em sistema de eliminatória.
Caso vençam, as campeãs africanas garantem o seu apuramento para a final, agendada para 26 do mesmo mês, às 17h30. Dia 29, Angola disputa mais um jogo particular diante da França, às 19h00 locais, na cidade de Metz, terminando assim o ciclo de jogos de preparação, visando a sua presença no Campeonato do Mundo que vai decorrer na Alemanha, de 02 a 17 de Dezembro.

Principal rival

Curiosamente, as francesas, actuais detentoras da medalha de prata olímpica, conquistada nos Jogos do Rio de Janeiro’2016, comandadas por Olivier Krumbholz, são as primeiras adversárias das pupilas do dinamarquês Morten Soubak, na prova Mundial.
A Selecção Nacional terminou sábado o estágio realizado em Luanda, aproveitando a semana da Federação Internacional de Andebol (IHF). Sem qualquer jogo de controlo, o microciclo foi aproveitado pela equipa técnica para consolidar as rotinas  de jogo do combinado nacional, com destaque para a defesa 6:0, escolhida como principal sistema a utilizar na competição.
O seleccionador nacional aproveitou ainda para colocar as atletas a treinar com elevada intensidade. “Trabalhámos num ritmo semelhante ao que teremos no Campeonato do Mundo”, explicou Morten Soubak ao Jornal de Angola.
Integraram o grupo de trabalho as seguintes jogadoras: Teresa Almeida “Bá”, Cristina Branco e Helena de Sousa (guarda-redes), Albertina Kassoma e Ríssia Oliveira (pivôs), Janete Santos, Joelma Viegas, Elizabeth Caílo, Natália Kalamandua, Carolina Morais e Iracelma Silva (pontas), Magda Cazanga, Manuela Paulino, Aznaide Carlos e Juliana Machado (meias-distância laterais), Nagalula Kanka, Isabel Guialo, Vilma Nenganga, Helena Paulo e Dalva Peres (meias- distância centrais).
Antes do estágio em Luanda, as Pérolas de África estagiaram em Gaia, região do Porto, Portugal, no mês de Junho, tendo na sequência da preparação realizado dois jogos de controlo com a Noruega, actual campeã do Mundo, no Algarve.
Em Agosto, a Selecção treinou e competiu em dois torneios no Japão, de 01 a 17, registando derrotas ante a Polónia e as anfitriãs, na primeira prova, e vitórias diante de ambos as concorrentes, no segundo torneio.

Tempo

Multimédia