Desporto

Petro chega às meias-finais com os melhores registos

Teresa Luís

Com 175 golos marcados, uma média de 35 por partida, e 76 sofridos, 15,2, o Petro de Luanda tem à entrada das meias-finais, o melhor ataque e defesa da 41ª edição do Campeonato Nacional sénior feminino de andebol, que se disputa até domingo, no Pavilhão Principal da Cidadela.

Suzeth Matias (com a bola) tem sido fundamental na equipa
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

Em cinco jogos, as petrolíferas somaram igual número de vitórias, cem por cento de eficácia. Magda Cazanga e Aznaide Carlos (laterais esquerda e direita) integram a lista de melhores marcadoras, com 30 e 16 golos.

O 1.º de Agosto, candidato à conquista do título, conta com 145 tentos marcados e 86 consentidos. Nos cinco desafios disputados, as militares fizeram o pleno. Por jogo marcaram 29 golos e sofreram 17,2.
Os números espelham que as rubro e negras têm o segundo melhor ataque e defesa da prova. Helena Paulo (meia-distância central) integra a lista das melhores marcadoras da competição com 20 golos.
As meias-finais, agendadas para amanhã, reservam os jogos: Petro de Luanda-1º de Agosto “B”, às 17h00, Desportivo da Marinha-1º de Agosto, às 19h00.
Em masculinos, o campeão 1º de Agosto, totalizou 115 golos e sofreu 81, médias de 28,7 e 20,2, por encontro. Em quatro desafios, os militares venceram três e perderam um, 75 por cento de eficácia.
O Interclube marcou 91 golos e sofreu 54, médias de 30,3, e 18 em cada jogo. Os polícias ganharam quatro partidas, cem por cento de eficiência. Ontem, o Inter defrontou o Petro de Luanda, no último desafio do dia.
Adelino Pestana, do Interclube, com 26 golos, e Moga Cristian, do 1.º de Agosto, 17, integram a lista dos melhores marcadores.

Tempo

Multimédia