Desporto

Selecção de andebol tenta segunda vitória

Teresa Luís |

Angola tenta hoje a segunda vitória na 23ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN) em andebol sénior masculino, que decorre em Libreville, Gabão, quando defrontar às 14h00, o Congo Democrático, jogo pontuável para a segunda jornada do Grupo B.

Seleccionador Filipe Cruz persegue novo triunfo
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

Dado o nível competitivo das selecções em confronto, angolanos e congoleses re­partem o favoritismo. Se de um lado, Angola conta com a técnica individual e colectiva para suplantar o adversário, do lado oposto, a técnica individual é muitas vezes aliada ao contacto físico, que pode de alguma forma inibir os contrários.
No histórico recente, o “se-te” nacional venceu a RDC no CAN de 2016, por  28-24. Dois anos antes, os congoleses ganharam, por 28-26. Os “Guerreiros” precisam de entrar tranquilos, com melhor circulação de bola, eficiência nas acções ofensivas e defensivas,  de modo a somar pontos.
A  jornada reserva ainda os jogos: Camarões-Tunísia, Nigéria-Egipto e Argélia- Gabão. Congo Brazzaville e Marrocos descansam, por força de calendário. Ontem, os \"Guerreiros\" derrotaram na ronda inaugural a Nigéria, por convincentes 29-16, com  13-5, ao intervalo.
Numa partida com domínio do \"sete\" nacional, a selecção nigeriana teve dificuldades em visar a baliza angolana. Na primeira parte,  por causa da defesa aguerrida, os nigerianos precisaram de puxar dos galões para converter em golo as acções ofensivas.
 Manuel Nascimento, MVP do jogo, a par de Edvaldo  Ferreira \"Moreno\", Adelino Pestana \"Amarelo\" e Mário Tati comandaram a artilharia de Angola. Na etapa complementar, os pupilos de Filipe Cruz regressaram com a mesma determinação e marcaram 16 golos contra 11 dos nigerianos. Outros resultados de  ontem:Argélia-Camarões(por 31-23),  Mar­rocos-Egipto (28-33) e o Ga­bão defrontou o Congo Brazzaville. Tunísia e Congo Democrático folgaram.

Tempo

Multimédia