Desporto

Selecções de judo iniciam preparação na Ilha do Cabo

António Cristóvão |

A Selecção Nacional sénior de judo, em ambos os sexos, começa na próxima terça-feira, às 9 horas, na Ilha do Cabo, em Luanda, a preparação da disputa do Campeonato Africano das Nações, a decorrer de 16 a 22 de Abril em Tunes, capital da Tunísia.

Judocas angolanos ambicionam subir ao pódio e conquistar medalhas na competição
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

A primeira fase das sessões de treino, que inicia com os exercícios físicos na Ilha do Cabo, encerra na próxima segunda-feira, 1 de Janeiro.
A segunda fase  de preparação está reservada para o trabalho de musculação no ginásio, no distrito urbano do Rangel, com quase todos os integrantes das equipas nacionais durante 15 dias, e depois prossegue com a actividade técnica e de pré-competição entre 17 e 23 de Março.
As selecções nacionais devem seguir para  a cidade de Tunes no dia 12 de Abril com uma delegação de pelo menos 20 pessoas, entre atletas, técnicos e chefe da comitiva. 
Em Abril passado, a Selecção Nacional conquistou uma medalha de bronze na cidade de Antananarivo, em Madagáscar, sem a orientação da equipa técnica, ausente por falta de dinheiro.
No evento africano, Angola competiu com os atletas Casimiro Bento (-100 kg), Nair Garcia (-60 kg), António Vunge (-73 kg), Diasonema Neide (-57 kg) e Andreza António (-48 kg). Antes da participação no “africano”, os cinco judocas efectuaram um estágio num centro de treino especial na Hungria.
O 1º de Agosto domina a lista dos convocados, com 12 atletas femininos e 13 masculinos, seguido pelo Interclube com 16 judocas (repartidos entre femininos e masculinos). Os judocas de Benguela, Cuanza Norte e Huíla são aguardados na segunda fase da preparação.
Mulaza Panzo, que actuou na Escola do Rangel e está no Centro de Estágio Bastos do Brasil, vai integrar a preparação nas vésperas do embarque para Tunes, acontecendo o mesmo com Jeremias Mateus, que reside em França.
Yuri Paim, que divulgou ontem a convocatória, disse ao Jornal de Angola que o objectivo é lutar pelos lugares  do pódio e conquistar medalhas nas duas classes (feminina e masculina).
Para esta empreitada o seleccionador nacional  convocou os seguintes atletas: Nair Garcia, Armindo Pedro, Mário Hélio, Joelson Teixeira, Edmilson Pedro, António Vunge, Sílvio Jorge, Frederico João, Dézio Mateus, Júlio João, António Yoka, Casimiro Bento, Dário António (1º de Agosto); Dedaldino António, Leonardo Narciso, Dário Dala, Singue Kiqueta, Bostino Congo, Rodrigo Lucas, Walter Neto, Acácio Cassule, Octávio Figueira (Interclube); Jorge Miguel, Armando Castro, Sérgio Sales, Walter Teca, Ismael Luís, Wilson Afonso, Edmundo Carlos, Walter Teca, Belardino da Silva (Rangel); Elísio Domingos, Nascimento Dombaxi (Cuanza Norte), Mulaza Panzo (Centro Bastos do Brasil), Jeremias Mateus (França), João Francisco (Uragan), Divaldo dos Santos (Viana), Wilson José (Benguela), Emilde Macedo (Huíla), Abel Tomás (Viana), Edmundo Carlos (Rangel), Nuno Lisandro, Daniel Macedo (Benguela) e Walter Sandego (Grupo Desportivo da Banca).
No sector feminino, foram chamadas pelo seleccionador  Janeth Alberto, Eduarda Pacheco, Ermelinda de Almeida, Paula Cassanda, Andreza António, Diasonema Neide, Isabel Lopes, Esperança Pereira, Priscila Marta, Deolinda José, Helma Inácio e Joaquina Carlos (1º de Agosto), Juliana Nkutchi, Rita Augusto, Rita Oliveira, Olívia Gomes, Asha Rebeca e Luanda Pedro  (Interclube), Cilene de Freitas e Maria Kiala (Benfica de Benguela), Teresa da Costa, Maura Bala, Losa Seke e Luísa José (Uragan), Raquel Isabel (Nacional de Benguela), Paula Mavambo e Luísa Paulo (Terra Nova), Jorgina Zinga (Boavista), Maria Chicolossonhi (Bié), Maria de Fátima e Márcia António (CKK).

Tempo

Multimédia