Desporto

Tricolores conquistam Grande Prémio Marsad

Na estreia da Jair Transportes de Benguela, no Torneio Internacional Orped Angola em ciclismo, que termina em Novembro, a equipa BAI Sicasal Petro de Luanda venceu o Grande Prémio Marsad, ao ocupar o topo da classificação no circuito fechado de 75 km, disputado ontem na Centralidade do Kilamba.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

Os petrolíferos orientados por Carlos Araújo “Cacê” ocuparam a primeira posição, à frente da Jair Transportes, Orped LinkConnection, Escola de Ciclismo 2 Rodas (Benguela), Amadores Cicloturistas (ACT), Clube de Ciclismo do Kilamba (CCCK) e Misto do Talatona.
Depois da exigente tirada de meio-fundo de 90 km, sábado na estrada da Barra do Kwanza, ontem o pelotão formado por 72 ciclistas chegou compacto aos últimos metros antes do corte de meta. As posições por categorias foram decididas ao “sprint”.
Nos Elite, o topo da modalidade, Dário António (Petro) venceu com o tempo de 1h46.19, seguido por Adilson Ferraz e Fábio Andrade, ambos da Jair, a um segundo. Bruno Araújo (Petro) triunfou nos Sub-23, secundado por Lizandro Deinil (Jair) e Efrain Viana (2 Rodas), ao passo que Hilary Pandya (ACT) foi a única concorrente nos femininos.
Hélvio Lemos (Petro) ocupou o primeiro lugar do pódio dos Juniores, preenchido por Carlos Simões e Luís Carapinha, colegas na Jair . Jorge Gonçalves (2 Rodas) correu isolado nos Juvenis, enquanto em Cadetes o triunfo coube a Jair Carapinha Júnior (Jair), que superou o colega de equipa Abias Elavoco e Eric Pinheiro (2 Rodas).
Nos Master 30, Xiri Nascimento (Gicate) foi mais rápido que Hélder Albano (2 Rodas) e Márcio Gourgel (Orped), mas o grande vencedor da prova foi João Cavaleiro (ACT). Yimy Douglas (ACT) deixou nos degraus inferiores do pódio dos Master 40 Yuri Rosa(Gicate) e Eleutério Cardoso “Telo” (2 Rodas). Justiniano Araújo (individual) manteve o domínio nos Master 50, tarefa facilitada pela desistência de José Gonçalves “Comando” (ACT). António Quinta (ACT) ficou em segundo e Aparício Marinho (ACT), campeão da persistência, por não abandonar as etapas, fechou o pódio.

Tempo

Multimédia