Desporto

Zé Cazenga sonha com regresso às pistas

Armindo Pereira |

Zeferino Fernandes “Zé Cazenga”, piloto que defende as cores do Team Orbem, no Campeonato Provincial de Motocrosse de Luanda,  classe 250 cc (centímetros cúbicos), não descarta a possibilidade de voltar a correr na próxima época.

O acidente aparatoso, na penúltima  jornada do provincial, durante o Grande Prémio Paddock, disputado a 8 de Outubro, no Circuito Jorge Varela, deixou paraplégico o veterano piloto. Após a avaliação médica, no Hospital do Prenda, o corpo médico previu a recuperação dos movimentos em seis meses.
Para a surpresa de todos, o corredor de 41 anos recuperou os movimentos três meses antes do tempo previsto. "Comecei a fazer fisioterapia no centro hospitalar de Viana, e em casa fazia caminhada de bicicleta. Pouco tempo depois já estava a caminhar, sem qualquer dificuldade, para meu espanto e da minha família", revelou.
O pentacampeão campeão provincial disse que o seu regresso às pistas fica dependente da última avaliação médica, a que é submetido no próximo mês de Fevereiro. Paralelamente às sessões de fisioterapia, Zé Cazenga tem feito 50 km de bicicleta, uma vez por semana.
“Já tive a possibilidade de regressar às pistas, mas de bicicleta. Isso também faz pare do tratamento. Quando regressei ao hospital, os doutores ficaram surpresos, quando me viram a caminhar sem limitação. O mesmo aconteceu com o Roberto Talaya, uma das pessoas que segue a minha carreira desde o inicio”.
 A sua recuperação, segundo o piloto, deveu-se muito ao apoio que teve dos familiares e do Team Orbel, na pessoa de Orlando Almeida. Caso volte a correr, Zeferino Fernandes disse que é o último ano da sua carreira, como piloto.

Tempo

Multimédia