Desporto

Palancas Negras treinam aspectos tácticos em casa

António Cristóvão

Os Palancas Negras cumprem hoje às 18h30, no Estádio Nacional 11 de Novembro, o penúltimo treino, já com o grupo completo, visando o jogo com as Zebras do Botswana, sexta-feira à noite, no Complexo Desportivo de Francistown.

Seleccionador e pupilos querem conquistar os três pontos no terreno dos tswaneses
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Referente à derradeira jornada do Grupo I da corrida à fase final da 32ª edição da Taça de África das Nações (CAN), a ter lugar de 21 de Junho a 19 de Julho, no Egipto, o desafio é decisivo para a Selecção Nacional, ausente há duas edições da grande montra continental.
Os jogadores dão continuidade ao ensaio táctico, com a realce para as saídas rápidas pelas laterais. Ontem à noite, no início da adaptação à luz artificial, e equipa técnica orientou um treino virado à recuperação dos atletas, dominado por alguns exercícios com bola.
Na parte final da preparação, Srdan Vasiljevic e o assistente Sasa Nikolic repartiram os futebolistas em dois grupos. Foram ensaiados os esquemas da movimentação defensiva e ofensiva, destacando-se as jogadas combinadas, de modo a melhorar a eficácia dos atacantes.
Além dos jogadores do 1º de Agosto, Desportivo da Huíla, Interclube e Kabuscorp do Palanca, que se concentraram no domingo à noite, os treinadores contaram, na primeira sessão de treino, com os atletas do Petro de Luanda e alguns que jogam no exterior.
Wilson Eduardo (Sporting de Braga), está há duas semanas em Luanda, por força da morte do pai, e Geraldo (Al Ahly do Egipto) chegou na sexta-feira. Igor Vetokele (Charlton FC) e Stélvio da Cruz (F 91 Dudelange) desembarcaram ontem de manhã, enquanto Freddy (Antalyaspor), Djalma Campos (Alanyaspor) e Bastos Quissanga (Lazio) eram aguardados à noite.
Na quinta-feira, às 18h00, os Palancas Negras efectuam o treino de reconhecimento, para a adaptação à relva do Estádio de Francistown, onde o grupo volta a ensaiar algumas jogadas combinadas, como as transições defesa/ataque e finalização.
A Confederação Africana de Futebol (CAF) nomeou um quarteto de árbitros egípcios, chefiado por Amin Mohamed Omar, auxiliado pelos juízes assistentes Tahssen Abo El Sadat Bedyer e Ahmed Tawfik Teleb Ali. O quarto árbitro é Mohamed Adel Elsaid Hussien e Mohan John Sentso John, do Lesotho, o comissário ao jogo.
Os egípcios desembarcam quinta-feira na capital do Botswana, Gaberone, seguindo depois para o palco do encontro, no mesmo voo do comissário.

Tempo

Multimédia