Desporto

Palancas fazem o último treino antes do confronto

Matias Adriano l Agadir

A Selecção Nacional de futebol efectua, esta tarde, no campo adjacente ao Estádio de Adrar, o último treino, visando o jogo de amanhã contra os Camarões, para a segunda jornada da primeira fase do Grupo D da quinta edição do Campeonato Africano das Nações (CHAN'2018).

Equipa técnica da Selecção Nacional indica caminhos para os jogadores visarem positivamente a baliza
Fotografia: Vigas da Purificação | EDIÇÕES NOVEMBRO

A sessão visa ensaiar os últimos detalhes para uma prestação à altura das exigências. De acordo com Srdjan Vaseljevic, para este jogo não vai haver  margem para erro, sendo ele decisivo para aquilo que configura o objectivo no torneio. O técnico acaba por estar coberto de razão, uma vez que em caso de pontuar se renovam as esperanças, e a ser o inverso ficam as aspirações comprometidas.
De resto, sabe-se que ir ao terceiro jogo com um ponto é estar condicionado, sujeito a jogar com resultado de terceiros para lograr a qualificação. É este cenário que os angolanos não esperam viver, e sabem que, para tanto, é preciso dar o litro, ultrapassar debilidades e atingir a excelência. A componente psicológica do grupo também está ser cuidada ao detalhe. Para jogos importantes não basta a preparação física, técnica e táctica. Os atletas devem igualmente entrar em campo com a estrutura psicológica estável. No seio do grupo a motivação é alta. Todos estão cientes das suas obrigações, e nos treinos dão o máximo para corresponder ao desejo da equipa técnica.
"Estou satisfeito com a entrega da equipa, pois transmite alguma confiança que permite sonhar e acreditar nos nossos objectivos. É certo que precisamos  de corrigir certos pormenores, que de certa forma acabaram por ser prejudiciais no primeiro jogo, e só com trabalho conseguimos melhorias," disse Srdjan Vaseljevic.
Ontem, depois de a sessão de quarta-feira se ter resumido, essencialmente, na recuperação física dos atletas, o treino já teve maior intensidade, com foco no aprimoramento de aspectos técnicos e tácticos, sem descurar o indispensável ensaio de remates à baliza de média e longa distância.
A avaliação que se faz é de uma acentuada absorção das instruções, o que pode facilitar a empreitada de amanhã.
Clinicamente, não existem casos graves que sejam dignos de realce. Rui, guarda-redes, que esteve ligeiramente condicionado, em função de uma entorse na mão direita, já está recuperado.
Portanto, não existe ne­nhuma contrariedade. O resto, não é senão todos comungarem o mesmo pensamento para o jogo.
Quanto aos camaroneses, obrigados terça-feira a treinar num outro recinto, já que pretendiam fazê-lo num separado por apenas um arame farpado ao outro em que Angola se treinava à mesma hora, vêm no jogo de amanhã como aquele que pode ditar a sua sorte.
Entendido, está dito que não prometem facilitar.
Por esta ordem, o treino desta tarde é de grande responsabilidade. Todo estilo de jogo é traçado nele. Alterações, no plantel que deve entrar de início, não se colocam de parte. Pois, há necessidade de se apostar em jogadores mais prestáveis e menos perdulários. Vasiljevic não espera pela repetição dos mesmos erros verificados com o Burkina Faso, sobretudo na finalização.
Para o dia de manhã, nada em agenda de trabalho. Pode  haver apenas uma prelecção no período da manhã, a  que se segue o repouso dos atletas, o almoço e depois a saída para o estádio.
À entrada da segunda jornada, a selecção do Congo Brazzaville está na liderança do grupo com três pontos, fruto da vitória, terça-feira, sobre os Camarões por uma bola sem resposta.
Angola e Burkina Faso partilham a segunda posição com um ponto cada, resultante do empate sem golos entre si, na abertura da primeira jornada da série. A selecção dos Camarões, tida  como a principal favorita, a par do Burkina Faso, está na última posição sem qualquer ponto.
A segunda jornada, além do jogo Angola-Camarões, inscreve ainda a partida Burkina Faso. Congo Brazzaville,, que podem definir já as formações qualificadas para os oitavos de final. .

Tempo

Multimédia