Desporto

Palanquinhas ensaiam tácticas para a Cosafa

António Cristóvão

As saídas pelas laterais para a construção das jogadas ofensivas, com o objectivo de melhorar a finalização, dominam hoje, às 8h00, a segunda sessão de treino da Selecção Nacional Sub-20 de Futebol masculino no campo anexo do Estádio Nacional 11 de Novembro, no quadro da sua prepara-ção para a disputa da Taça Cosafa, a ter lugar de 4 a 15 de Dezembro, na cidade de Lu-saka, Zâmbia.

Fotografia: Dr

No treino, o técnico Silvestre “Pelé” privilegia o trabalho com bola, para os jogadores ensaiarem as situações de jogo. Antes dos aspectos tácticos, os atletas efectuam os habituais exercícios com bola, para a manutenção da condição física.
Na próxima semana, o corpo técnico vai contar já com a integração do defesa Albano Catumbela “Avô”, do Petro do Huambo, que esteve ausente da concentração por estar a realizar exames escolares. No mesmo período, Silvestre “Pelé” aguarda também pela chegada de Gegé e Beni, ambos do Petro de Luanda, Geovani Afonso e Zine Salvador (1º de Agosto), Porfírio e Maestro (AFA). Os sete atletas integraram a Selecção Nacional Sub-17, que disputou a fase final da 18ª edição do Campeonato do Mundo, no Brasil.
Os Palanquinhas voltam a trabalhar amanhã, às 8h00, no Estádio da Cidadela, com o propósito de melhorar a concepção táctica individual e colectiva. Ontem, na primeira sessão de treino, realizada no Estádio Nacional da Cidadela, Silvestre “Pelé” aprimorou com os jogadores aspectos tácticos, com realce para a finalização, pois estes criam inúmeras oportunidades mas não conseguem finalizar com êxito, rematando constantemente a bola para fora.
O treinador paralisava vá-rias vezes o treino para corrigir os movimentos dos defesas e dos jogadores da linha intermédia. Silvestre “Pelé” quer que os médios sejam criativos e façam o passe com precisão para os colegas após dois toques no esférico.

Tempo

Multimédia