Desporto

Palanquinhas começam preparação na Cidadela

António Cristóvão |

A Selecção Nacional Sub-20 de futebol dá início aos trabalhos de preparação na próxima segunda-feira, às 8h00, no estádio da Cidadela, no distrito urbano do Rangel, em Luanda, visando a participação no torneio da Taça Cosafa, a ter lugar de 6 a 16 de Dezembro, na cidade de Kitwe, República da Zâmbia.

Equipa técnica e jogadores ambicionam ocupar um dos lugares do pódio na competição
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

A informação foi avançada, ontem ao Jornal de Angola, pelo secretário-geral da Federação Angolana de Futebol (FAF), Fernando Rui Costa, para anunciar a participação dos Palanquinhas no evento internacional da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).
Além do treinador principal, Igor Lazic, o corpo técnico da equipa nacional é constituído por Bruno Camará, do Real Sambila FC (assistente), Augusto Manuel “Leão” (preparador físico) e Daniel Muemba "Chila” (treinador de guarda-redes).   
As sessões de treino dos Palanquinhas, que podem ser alternadas entre o Estádio da Cidadela e o campo grande do “Quintalão” de São Paulo, também no distrito urbano do Rangel, encerram no dia 2 de Dezembro, em Luanda.
A Selecção Nacional segue no dia 4 de Dezembro para a cidade de Kitwe. Antes, o grupo concentra-se num local a ser definido pela FAF, e realiza o embarque no mesmo dia, com escala técnica em Lusaka. 
O sorteio da Taça Cosafa realiza-se até ao final desta semana, com as 12 selecções a serem repartidas em três grupos, com quatro equipas nacionais cada um. Os vencedores dos grupos apuram-se para as meias-finais, juntamente com o melhor segundo classificado. Os jogos são disputados em dois locais em Kitwe, os estádios Arthur Davies e  Nkana, mas a final deve ser jogada no Levy Mwanawasa, na cidade de Ndola.
Além de Angola e Zâmbia, está confirmada a participação das selecções da  África do Sul, Egipto, Lesotho, Malawi, Ilhas Maurícias, Moçambique, Namíbia, Swazilândia, Uganda, Zâmbia e Zimbabwe. As selecções do Egipto e Uganda competem na prova na condição de convidados, devido à falta de confirmações das Ilhas Comores e  Madagáscar.
Na edição anterior, disputada na província do Noroeste (North West) da África do Sul, os Palanquinhas ocuparam o quarto lugar, depois da derrota no dia 16 de Dezembro de 2016, com a similar da República Democrática do Congo (RDC), por 4-3, no estádio Moruleng, para a definição do terceiro posto. No tempo regulamentar do desafio, as selecções estavam empatadas a uma bola.
Nas meias-finais, a equipa nacional foi goleada no dia 14 de Dezembro, pela selecção da África do Sul, por 0-5, no estádio Moruleng.
Na primeira fase da competição, Angola ocupou a primeira posição do Grupo C, com sete pontos, seguido pelas Ilhas Maurícias (2º/05), Sudão (3º/04) e Seychelles com zero. Durante a primeira fase, triunfou sobre o Sudão, por 1-0, e goleou as Seychelles (4-0), tendo empatado a uma bola com as Maurícias.
Os Palanquinhas, que  já falharam quatro finais e chegaram ao terceiro lugar da prova vão, certamente, querer levantar o troféu pela primeira vez nesta edição do torneio.
Na Taça Cosafa, os Sub-20 foram orientados pelo técnico Sami Matias, do Interclube, que se encontrava em comissão de serviço no Departamento Técnico das Selecções Nacionais.
Com a saída de Pedro Neto e a entrada de Artur Almeida e Silva na presidência da FAF, Sami Matias viu recusada a sua continuidade na Selecção Sub-20.
No período de 29 de Maio e 10 de Junho, os Sub-20 competiram na 45.ª edição do torneio de Toulon, França, onde se classificaram na segunda posição do Grupo A, com quatro pontos, atrás da Inglaterra, que venceu a competição, com nove.
Os Palanquinhas, que foram os terceiros segundos melhores da competição, falharam a oportunidade de qualificarem-se para a segunda fase do torneio.
Na prova internacional para os escalões de formação, os angolanos começaram com uma derrota diante dos ingleses, por 0-1, no dia 29 de Maio, enquanto no segundo desafio empatou a uma bola com os japoneses a 2 de Junho. Na terceira e última jornada, Angola goleou no dia 4 de Junho a similar de Cuba, por 5-1, com um “hat trick” do avançado Chico Banza, do Real Sambila FC.

Tempo

Multimédia