Desporto

Petro de Luanda quer seguir peugadas do rival

António de Brito

Em vantagem na eliminatória, após a vitória em Maseru, por 2-0, a equipa do Petro de Luanda, vice-campeã nacional, defronta o Matlema Football Club do Lesotho, às 16h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em jogo referente à segunda "mão" da preliminar de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos em futebol, com o objectivo de marcar presença na última etapa da prova.

Técnico dos tricolores Antonio Cosano pretende um conjunto com grande caudal ofensivo
Fotografia: Edições Novembro

Depois do resultado menos conseguido na deslocação a Benguela, ao empatar (2-2) diante do "caloiro" Wiliete Sport Clube, a formação petrolífera promete uma postura diferente na recepção ao campeão do Lesotho, apesar de não haver dois jogos iguais.
A jogar em casa, o conjunto do Eixo Viário é favorito, mas vai ter de se apresentar ao seu melhor nível para ultrapassar a formação visitante. O técnico António Cosano quer um Petro focado ao ataque, mas com cautelas defensivas. O espanhol espera passar a eliminatória com golos e boa exibição, depois de ter estudado ao pormenor o adversário no primeiro desafio.
Cosano vai, seguramente, utilizar várias alterações tácticas para baralhar as contas ao adversário. Na posse da bola, a equipa joga no 4-4-2, quando perde para o opositor defende no 4-3-3.
A par da conquista do título do Girabola, que escapa há dez anos, a equipa de António Cosano aposta todas as fichas na Liga dos Clubes Campeões, com a finalidade de integrar a fase de grupos da competição.
Ausente dos últimos dois jogos da equipa, por estar a contas com uma lesão no joelho, o "capitão" Ricardo Job é opção do corpo técnico para o encontro frente à equipa do Lesotho. Por lesão, Kikas e Isaac Mensah falham o desafio.

Equipa provável

O técnico Antonio Cosano pode entrar de início com Elber à baliza, quarteto defensivo formado por Eddie Afonso, Tó Carneiro, Wilson e Nari. Na linha intermédia, Além, Caranga, Manguxi e Job, sendo que as despesas de ataque são entregues a Tony e Jacques Tuyiseng.
Diante do Matlema, o Petro de Luanda disputa o 78º jogo da Liga dos Clubes Campeões, com saldo de 36 vitórias, 17 empates e 24 derrotas.

Tempo

Multimédia