Desporto

Petro decide hoje continuidade na Liga dos Clubes campeões

António de Brito

A equipa do Petro de Luanda, vice-campeã nacional, joga cartada decisiva hoje, às 14h00, frente ao Mamelodi Sundowns, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em partida referente à quinta e penúltima jornada do Grupo C da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol.

A jogarem em casa, no Estádio 11 de Novembro, atletas acreditam na conquista dos 3 pontos
Fotografia: DR

Instalado na cauda da classificação, com apenas dois pontos, o conjunto petrolífero pretende quebrar na recepção à formação sul-africana, o “enguiço” de quatro jogos sem vencer no regresso às competições sob à égide da Confederação Africana de Futebol (CAF), após 18 anos de ausência prolongada.
Depois da perda da liderança, ao empatar sem golos em casa diante do Wiliete de Benguela, no arranque da segunda volta do Girabola’2019/20, o Petro está obrigado a ganhar para reconciliar-se com os exigentes adeptos, por estarem descontentes com os últimos resultados da equipa na prova doméstica como internacional.
Mal-amado pelos adeptos, em consequência das exibições nada abonatórias da equipa, sobretudo na Liga dos Campeões, o técnico Antonio Cosano tem de procurar inverter o actual cenário com uma vitória sobre o Mamelodi Sundowns. Pois, caso não se suceda periga a sua continuidade à frente da equipa técnica.
Promovido dos escalões de formação para a equipa principal, em Março de 2019, após o afastamento do treinador Roberto Bianchi, por maus resultados na Taça Nelson Mandela, Cosano tem sido alvo de muitas críticas dos adeptos, visto que até ao momento não encontrou o “onze” ideal, face as constantes alterações jogo após jogo.
A jogar na condição de visitado, o Petro é claramente favorito porque dispõe de apoio incondicional.
Mas, os petrolíferos sabem que não podem esperar por facilidades, uma vez que o Mamelodi Sundowns está em solo angolano com o objectivo de garantir o apuramento antecipado para os quartos-de-final da prova continental.
Frente ao campeão sul-africano, o treinador espanhol vai certamente lançar para as quatro linhas uma equipa voltada para o ataque, sem descurar o sector defensivo. Pois cautelas recomendam-se sob pena dos tricolores voltarem a ser goleados (0-3), como aconteceu na deslocação ao reduto do adversário. O avançado Tony pode falhar o desafio, pois padece de uma lesão na coxa direita.
Cosano deve manter Gerson na baliza, Danilson, Diógenes, Wilson e Além, no o quarteto defensivo, na linha intermédia as apostas vão para Herenilson, Dany, Tó-Carneiro e Job (cap), e as despesas do ataque ficariam a cargo de Yano, Isaac Mensah ou Jacques Tuyiseng.

Antevisão ao jogo

O técnico do Petro de Luanda, Antonio Cosano, não escondeu a vontade de vencer, apesar de reconhecer o potencial do adversário.
“Jogámos em casa e temos de ser nós a mandar no jogo. Temos a plena consciência de que será uma partida complicada, porque o Sundowns joga o tudo ou nada com o objectivo de garantir o apuramento antecipado para os quartos-de-final.
Portanto, não vamos dar-lhes este gostinho. Estão reunidas as condições para obtermos à primeira vitória na prova”, concluiu.

Tempo

Multimédia