Desporto

Petro ensaia processos tácticos

António Cristóvão

As correcções dos processos de jogo dominam amanhã, às 9h00, a sessão de treino da equipa principal de futebol do Petro de Luanda, no campo Osvaldo Saturnino de Oliveira "Jesus", no bairro Madame Bergman, na capital, visando o desafio com o Ferrovia do Huambo.

Depois do desaire na taça, petrolíferos ambicionam manter senda de vitórias no campeonato
Fotografia: Contreiras Pipa| Edições Novembro

Esta partida disputa-se sabado, às 17h30, no Estádio Nacional 11 de Novembro, a contar para a 20ª jornada do Girabola'2019/2020, que inscreve ainda os desafios Recreativo do Libolo-Sagrada Esperança, na vila de Calulo, e Académica do Lobito-Desportivo da Huíla, no estádio do Buraco, em Benguela.
Neste treino, o treinador Toni Cosano, do Petro de Luanda, vai aproveitar, certamente para corrigir os movimentos do sector defensivo, que se apresentou mal na quarta-feira à tarde diante do Sagrada Esperança, e melhorar a eficácia dos dianteiros.
Na partida frente aos locomotivas, o espanhol vai efectuar algumas mexidas no sector defensivo com a entrada de Eddie Afonso na lateral esquerda, no lugar de Tó Carneiro, e Diógenes regressa no lado contrário.
No desafio com o Sagrada Esperança, para a segunda mão dos oitavos-de-final da Taça de Angola, Tó Carneiro viu a cartolina vermelha no final da partida, por ter solicitado explicações ao árbitro do encontro de forma menos correcta.
Depois do afastamento na Taça de Angola, os tricolores do Eixo Viário, segundos na tabela classificativa do Girabola, com 37 pontos e menos um jogo, têm agora as atenções totalmente viradas para luta pelo título, que foge da galeria há 10 anos.
Na partida com os "locomotivas", o Petro assume teoricamente o favoritismo, porque não vai querer oferecer os créditos a "pés alheios", já que pretende se manter na peugada do 1º de Agosto no topo da tábua classificativa.
Na primeira volta, os tricolores venceram o adversário, por 2-0, no Estádio dos Kuricutelas, na cidade do Huambo.
O defesa central Danilson, que recupera de uma inflamação num dos joelhos, é uma das baixas confirmadas no conjunto do Petro. O "capitão" Job também falha o desafio, porque teve uma recaída de paludismo.
Depois da sessão de treino, Toni Cosano efectua, às 10h00, a antevisão do jogo em conferência de imprensa no Complexo Demósthenes de Almeida Clington, antes do grupo entrar em regime de concentração numa unidade hoteleira na Baixa de Luanda.
Hoje, depois dos habituais exercícios para a recuperação e manutenção física, o técnico dispensou os jogadores mais utilizados no "embate" com os diamantíferos.
O Ferrovia, que ocupa a 13ª posição do Girabola, com 15 pontos, é aguardado amanhã à tarde em Luanda, onde chega com o intuito de evitar a derrota, de acordo com treinador principal, João Pintar.

 

Tempo

Multimédia