Desporto

Petro quer confirmar supremacia na Elite

Job Franco

A equipado Bai/Sicasal/Petro de Luanda tenta alcançar mais um título na categoria de elite, sábado a partir das 9h00, quando disputar a prova de circuito fechado da segunda edição do Grande Prémio Kambas do Pedal de Luanda (KPL), em ciclismo.

Petrolíferos têm dominado as competições domésticas
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

O conjunto tricolor, formado por Dário António, Mário de Carvalho, Bruno Araújo, Cruz Tuto e Hélvio Jamba, na edição passada comandou a corrida do princípio ao fim, o que reforça o seu estatuto de favorito.
Com partida e chegada na Alameda Manuel Van-Dúnem, os ciclistas percorrem 20 voltas, numa extensão total de 30 quilómetros. Cento e cinquenta atletas, em ambos os sexos, nas categorias de cadetes, juvenis, juniores, seniores, masters 30, 40, 50 e praticantes a título individual disputam a competição.
O percurso inclui a Avenida Comandante Valódia ( ex-Combatentes), em direcção ao Kinaxixi até à entrada do Bairro do Cruzeiro e retornam
pela mesma via até à Alameda.
Amadores Cicloturistas (ACT), Centro de Ciclismo da Cidade do Kilamba (CCCK), Gicate Scott Bike Team, Kambas da Bicicleta (KB), KPL, Malucos da Bike, Orped Linkconnection e RV Racing são as equipas que confirmaram a participação.
Os ciclistas que se posicionarem nos lugares cimeiros recebem medalhas como prémio de participação. O processo de distinção será também extensivo para a classificação por equipas.
Na edição passada, os tricolores Bruno Araújo (elite) e Hélio Jamba, (júnior) foram os vencedores. Nos masters 40, Bruno Barbosa, do Gicate, e Justiniano Araújo, (nos 50),ocuparam os lugares cimeiros do pódio.
Em femininos, ganhou Hilary Pandya, do ACT. A corrida é organizada e realizada pela empresa de eventos desportivos Orped Angola.

Tempo

Multimédia