Desporto

Petro de Luanda derrota Maquis no Munduduleno

António Cristóvão

O Petro de Luanda juntou-se ontem ao Interclube na primeira posição da tabela classificativa do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª Divisão, Girabola Zap, ambos com sete pontos, e menos um desafio dos tricolores, ao vencer o FC Bravos do Maquis, por 3-0, no estádio Jones Kufuna "Mundunduleno", em  antecipação da 4ª jornada.

Roberto Bianchi regressa vitorioso da cidade do Luena
Fotografia: kindala manuel | Edições Novembro

Tiago Azulão abriu o marcador num pontapé de penaltie na etapa complementar, a castigar falta de Jefferson sobre Herenilson. Tony, que entrou para o lugar de Tiago Azulão, aumentou a contagem, depois de assistência de Carlinhos, e Francis já no período de compensação apontou o terceiro dos tricolores. Com a entrada de Francis, Carlinhos e Tony para os lugares de Harrison (saiu lesionado), Diney e Tiago Azulão,  os tricolores jogaram com mais consistência nas acções ofensivas, pois aproveitavam constantemente os erros de organização ofensiva dos adversários para saírem em contra-ataques. Durante o tempo regulamentar, as oportunidades de golos foram repartidas, sobretudo na primeira parte, mas com maior pendor ofensivo dos anfitriões que pretendiam brindar o presidente do clube, Augusto Manuel Quitadica "Docas", com um triunfo devido ao seu aniversário natalício comemorado ontem.   Ivo Campos, técnico assistente do Maquis, reconheceu a derrota e felicitou o adversário pelo triunfo no "Mundunduleno". "Dar os parabéns ao Petro pela vitória. Não fomos eficientes e sem um fio de jogo", declarou à imprensa. Os tricolores solicitaram a antecipação do desafio, devido ao encontro na próxima terça-feira, às 16h00, com o Supersport United FC (África do Sul), no Estádio Nacional 11 de Novembro, em partida referente à primeira-mão dos dezasseis avos de final de apuramento para a fase de grupos da 15ª edição da Taça Nelson Mandela. O embate da segunda-mão está agendado para o próximo dia 16 deste mês, às 18h00, no estádio Lucas "Masterpieces" Moripe, na cidade de Pretória.                                                                   

Tempo

Multimédia