Desporto

Petro de Luanda decide continuidade na prova

António Cristóvão

O Petro de Luanda decide hoje, às 19h00, no estádio Lucas “Masterpieces” Moripe, na cidade sul-africana de Pretória, frente ao Supersport United FC (meninos elegantes), a qualificação para a terceira e última eliminatória de apuramento para a fase de grupos da 15ª edição da Taça Nelson Mandela.

Petrolíferos vão procurar marcar golos e surpreender os “meninos elegantes” no seu reduto
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Um desafio que se prevê difícil para os tricolores do Eixo Viário, pelo facto de jogarem fora do seu habitat e num clima atmosférico complexo com imensas variações, com o qual não estão habituados.
Os petrolíferos têm de reverter a igualdade caseira sem golos em triunfo, para conseguir a qualificação para a derradeira eliminatória, o que implica ter a pontaria afinada.
No sábado passado, a equipa do Catetão empatou sem golos diante da Académica do Lobito no Estádio Nacional 11 de Novembro, para a quinta jornada do Girabola Zap'2018, que lhe atrasou na luta pelo topo da tabela classificativa.
O principal problema do Petro, orientado pelo técnico Roberto Bianchi é a falta de eficácia revelada pelos seus dianteiros, apesar de o guarda-redes Gerson Barros manter inviolável a sua baliza.
No Girabola Zap, o conjunto do Eixo Viário apontou sete golos e sem sofrer nenhum, enquanto na preliminar da Taça Nelson Mandela o Petro marcou cinco no somatório de jogos com o Master Security Services FC do Malawi. O avançado Tiago Azulão, melhor “artilheiro” da equipa, marcou três golos na competição nacional, mas nas Afrotaças apontou apenas um.
Roberto Bianchi reconheceu, na terça-feira, em Luanda, na antevisão ao jogo que o ataque da sua equipa está com falta de eficácia, situação que vão procurar corrigir em Pretória, onde têm de marcar para vencer a partida ou empatar com golos. 
Os meninos elegantes, denominação da equipa do Supersport, atravessam o pior momento da  temporada na Liga Sul-africana, registam em 24 jogos disputados somou seis vitórias, nove derrotas e igual número de empates. No campeonato local, marcaram 20 golos e sofreram 26, ocupando 14ª posição da tabela classificativa com 27 pontos.
Antes do empate sem golos com os tricolores, o Supersport voltou a empatar a um nulo na Liga Sul-africana com o Maritzburg United FC (4º/35), no estádio Lucas “Masterpieces” Moripe, para a 23ª jornada.
Apesar destas informações, os meninos elegantes mostraram um futebol vistoso em Luanda, além de um conjunto bem estruturado no aspecto táctico, que pode criar  dificuldades aos petrolíferos.
A partida vai ser arbitrada pelo zambiano Wisdom Chewe, tendo como assistentes os seus compatriotas Amos Nanga Chalwe e Oliver Gift Mweene.
O embate entre tricolores e meninos elegantes é referente à primeira-mão da penúltima eliminatória de qualificação, para a fase de grupos da 15ª edição da Taça Nelson Mandela. Na primeira-mão, as equipas empataram sem golos no dia 10 deste mês, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda.

Tempo

Multimédia