Desporto

Petro de Luanda espera o adversário para a final

Teresa Luís |

A equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda assegurou, ontem, a presença na final da Taça de Angola, ao derrotar o Desportivo da Marinha, por 22-16, na partida da segunda "mão" da meia-final, disputada no Complexo do Catetão.

Fotografia: DR

Depois do equilíbrio registado na primeira parte, em que as oponentes saíram ao intervalo pela margem mí-nima de dois golos (12-10), na segunda, as petrolíferas transfiguram-se e impuseram o seu jogo.
Apesar de defender com alguma segurança, a Marinha pecou na eficácia ofensiva.
A entrada da ponta Alexandra Chaca deu outro im-pulso às “tricolores”, enquanto no Desportivo a saída de Vera Ngonga criou desequilíbrios a nível do ataque.
Em declarações à impren-sa, Edgar Neto, técnico-adjunto do Petro afirmou que estiveram melhor e cumpriram o objectivo. “A primeira preocupação era carimbar o passe para a final. Em relação a ela, queremos fechar a época com chave de ouro. Seguramente teremos um grupo mais entrosado em todos os aspectos", garantiu.
João Diogo, treinador da Marinha felicitou a equipa adversária pela dupla vitória, sem esquecer o empenho das suas jogadoras."Hoje tivemos uma postura diferente. Melhoramos alguns sectores. Às vezes fico com a impressão que as finais já estão definidas. Podíamos jogar a noite toda, o Petro sempre seria o vencedor. Infelizmente a dupla de arbitragem não esteve à altura do desafio. Cometeram muitos erros de parte a parte", desabafou. 
Hoje às 18h00, o 1º de Agosto defronta o ASA no Pavilhão "Paulo Bunze",para a  segunda "mão" da meia-final. Na primeira, as militares venceram as aviadoras, por 30-17. A final acontece sábado às 18h00, no Pavilhão Principal da Cidadela.

Tempo

Multimédia