Desporto

Petro inicia disputa do Tour em Rabat

Teresa Luís

Um total de 135 quilómetros de Rabat a Meknés é o percurso da primeira etapa da 31.ª edição do "Tour" de Marrocos, cuja disputa acontece hoje até 15 do corrente, onde a equipa Bai/Sicasal/ Petro de Luanda, representa o país, num universo de 22 formações profissionais.

Organizado pela União Internacional de Ciclismo (UCI), o traçado do Tour abrange mil 552 quilómetros, num total de dez etapas, com passagem por 16 cidades marroquinas. Apesar de marcar a estreia na competição, segundo o treinador ,Carlos Araújo, na fase inaugural a meta passa por  fazer um estudo minucioso dos adversários e tentar colocar um ou dois ciclistas no primeiro pelotão.
O técnico assegurou que a equipa está a reagir bem, não obstante as baixas temperaturas que se registam na zona. "No geral estamos bem e motivados para começar  a competir. Temos tudo controlado e vamos tentar implementar as nossas estratégias. A reunião técnica acontece às 16h00 e já fizemos a reconfirmação junto da UCI".
Defendem as cores da formação angolana os seguintes atletas: Dário António (líder), Mário de Carvalho (co-líder), Cruz Tuto, Bruno Araújo, Adilson Zacarias e Hélder Silva (gregários). Integrar o top dez da classificação geral e discutir um lugar no pódio da tabela africana é a meta dos pupilos de Carlos Araújo.
A par do Petro participam as equipas profissionais da Alemanha, França, Argélia, Quénia, Tunísia, Azerbaijão, Dinamarca, Kuwait, Espanha, Austrália, Finlândia,  Japão, Rússia, Noruega, Itália, Irão, Hungria, Canadá e do país anfitrião.

Tempo

Multimédia