Desporto

Petrolíferos fazem treino de adaptação em Blantyre

António Cristóvão

A equipa do Petro de Luanda efectua hoje às 15h30, o treino de adaptação à relva do Estádio de Kamuzu, na cidade comercial e financeira de Blantyre, no Malawi, onde amanhã à tarde joga com o Masters Security Services FC, jogo referente à segunda “mão” da preliminar de apuramento para a fase de grupos da 15ª edição da Taça Nelson Mandela também denominada Taça da Confederação Africana de Futebol. 

Capitão da equipa tricolor em fase de recuperação
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

Durante o treino, o treinador Roberto Bianchi na primeira parte vai recuperar os jogadores para depois ensaiar e corrigir algumas imperfeições dos movimentos na organização defensiva e na finalização.

Os tricolores, que embarcaram ontem à tarde para Blantyre seguiram  sem o capitão da equipa Job, o defesa central Elio Wilson, o lateral Diógenes e o médio Mano Mano (esta época vai fazer dupla categoria).

Job está com uma inflamação no tornozelo direito, enquanto Élio Wilson ressentiu uma dor na coxa direita e Diógenes tem uma contusão no joelho direito. Mano Mano tem uma dor no dedo grande do pé esquerdo (halux).  

Recuperação

Nelson Bulivar, médico do conjunto do Eixo Viário, garantiu ontem ao Jornal de Angola, antes da viagem que os jogadores têm uma recuperação de duas semanas com tratamento intensivo.

Para Blantyre, Roberto Bianchi levou Gérson Barros, Lama, Mira, Wilson, Maludi, Ariclenes, Herenilson, Trésor, Diney, Manguxi, Pedro Agostinho, Bugos, Tiago Azulão, Dennis, Gomito Fonseca, Nandinho e Tony. 

Antes de seguir para o Malawi, Roberto Bianchi orientou um treino virado para as correcções de posicionamento na área de  guarda-redes, após a marcação de pontapés de cantos e livres. O treinador exercitou também as construções das jogadas de ataques pelas laterais para a finalização, bem como os lances de bolas paradas. No desafio da primeira “mão”, o Petro goleou os Masters Security Services FC, por 5-0, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda. 

 


Tempo

Multimédia