Desporto

Presidente apoia o futebol

João Dias

O presidente da Federação Angolana de Futebol, Artur Sousa e Silva, recebeu do Chefe de Estado, João Lourenço, garantias de apoio à instituição.

Artur Sousa e Silva
Fotografia: Francisco Bernardo| Edições Novembro

À saída da audiência que lhe foi concedida por João Lourenço, Artur Sousa e Silva disse que o encontro permitiu abordar questões ligadas à preparação da visita do presidente da FIFA, Gianni Infantino a Angola nos próximos dias e sobre os projectos que a FAF está a desenvolver para recuperar o status do futebol nacional.
Artur Sousa e Silva disse ter colocado algumas preocupações ao Chefe de Estado sobre as dificuldades que a Selecção Nacional enfrenta, principalmente a nível do transporte, logística, locais para treino e aspectos ligados a finanças.
“Recebemos um sinal positivo do Presidente da República, no sentido de trabalharmos para equacionarmos estas situações que acabamos de colocar. Os próximos tempos poderão ser melhores para o futebol angolano”, realçou.
Sobre o Girabola, afirmou que, doravante, os clubes devem apresentar garantias de que têm capacidade financeira e de recursos para terminarem o campeonato.

Gestores do Memorial
Ainda ontem, tomou posse o novo PCA do Memorial António Agostinho Neto, António Fonseca, que prometeu identificar os problemas  e restituir o papel reservado ao Memorial Agostinho Neto”.
Para Maria Eugénia Neto, viúva do primeiro Presidente de Angola, o fundamental é preservar os valores da pátria, avançar para o mundo e respeitar a memória do Fundador da Nação.
“É preciso continuar a passar às gerações vindouras todas as qualidades de Neto. Ele amava o seu povo seriamente”, recomendou Eugénia Neto, que sublinhou ter feito um esforço gigantesco, ao longo destes anos para se falar de Neto.
A posse foi conferida pelo ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Frederico Cardoso.

Tempo

Multimédia