Desporto

Primeira mão confirma favoritismo de candidatos

Amândio Clemente

A primeira-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões da UEFA não trouxe surpresas, com os favoritos como Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique, Liverpool e Manchester City a confirmarem o estatuto de candidatos à conquista do cobiçado troféu.

Ingleses do Liverpool têm um pé nos quartos-de-final depois dos cinco a zero sobre o Porto
Fotografia: Oli Scarff | AFP

No duelo de maior cartaz, o Real Madrid mostrou porque razão é o “papão” da competição, ao derrotar o PSG por números que colocam a equipa “merengue” numa  vantagem que obriga a equipa parisiense a puxar pelos galões, para poder desfazê-la.
Apesar de todo o poderio na frente de ataque, onde pontificam Neymar, Mbappé e Cavani, à equipa parisiense faltou a consistência e a matreirice para desfeitear a defesa madrilena. Não obstante a vantagem de dois golos e um consentido em casa, a eliminatória parece não estar ainda decidida, esperando-se por isso pela partida de resposta para se encontrar a equipa que segue para os quartos-de-final.
O Real Madrid parte em vantagem, e com a vasta experiência dos seus jogadores, dificilmente não vai conservá-la. Aliás, cabe ao  PSG abrir a sua frente de ataque, expondo-se a contra-ataques dos madrilenos. Enfim, um duelo de desfecho imprevisível, mas o Real Madrid está em condições mais favoráveis de chegar à outra eliminatória, sem descartar a hipótese de o PSG dar a “cambalhota” ao resultado, uma missão quase impossível, dada a qualidade do opositor, apesar de jogar nos seus domínios.
Interessante deverá ser igualmente o duelo da segunda mão entre Barcelona e Chelsea, depois da igualdade a um golo no jogo de Londres. O Barça é favorito, estatuto conferido pelo factor casa e o excelente desempenho na Liga espanhola. Mas, não serão, certamente, favas contadas, pois a equipa londrina mostrou possuir argumentos que podem surpreender, caso sejam subestimados. Para confirmarem a qualificação, os “blaugranas” precisam de jogar ao seu melhor nível.
quase nos quartos-de-final estão as equipas do Manchester City, Liverpool e Bayern de Munique fruto das monumentais goleadas da primeira mão. As equipas inglesas mimosearam os seus adversários com “cabazadas” de 4-0 e 5-0, pelo que na segunda mão, a jogarem em casa, só lhes resta tentar repetir a dose e “carimbar” tranquilamente o passaporte para a eliminatória seguinte.
Com a situação ainda por resolver estão Manchester United e Sevilha, que empataram sem golos. Não foi a única partida dois oitavos-de-final em que tal aconteceu. Empate aconteceu igualmente no desafio entre Juventus e Tottenham, mas a dois golos, o que dá certa vantagem à formação inglesa, mas nada está decidido nos dois jogos, pelo que teremos de aguardar pela segunda-mão para definir quem continua em prova.
Para já, apesar de actuar no seu reduto, a equipa treinada por José Mourinho vai ter certamente mais dificuldades, visto que a igualdade sem golos em casa do opositor não é muito segura, pois um golo do Sevilha em Old Traford pode complicar, e de que maneira, as contas do Manchester United.
Com situação igualmente indefinida está a eliminatória entre Shakhtar Donetsk e Roma, depois da vitória de 2-1 dos ucranianos em casa. A jogar no seu reduto, espera-se que os romanos consigam dar a volta à desvantagem, embora se antevejam dificuldades na concretização deste objectivo, pois os ucranianos mostraram ter uma equipa muito combativa e competitiva, com boa capacidade de reacção às adversidades, tal como aconteceu no jogo desta quarta-feira. Os jogos da segunda-mão estão agendados para os dias 6, 7, 13 e 14 de Março.    


Tempo

Multimédia