Desporto

Progresso Sambizanga assume favoritismo

António de Brito

O Progresso Sambizanga defronta o Santa Rita de Cássia do Uíge, hoje às 17h00, no Estádio Municipal dos Coqueiros, em desafio de abertura da 15ª e última jornada da primeira volta do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola Zap, com o claro objectivo de vencer.

Prestação da primeira volta está dentro do objectivo definido pela direcção presidida por Paixão Júnior no arranque da temporada futebolística
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Depois de impor a primeira derrota em casa aos diamantíferos, os sambilas pretendem continuar na senda de bons resultados na recepção aos católicos, a fim de fazerem os pontos necessários na condição de visitados, no intuito de garantir a manutenção na alta-roda do futebol angolano, bem como ficar entre os seis primeiros lugares do campeonato.
Com o comando técnico de Kito Ribeiro, o Progresso está a fazer uma excelente campanha, estando em sexto na classificação, com 23 pontos. Comparativamente à época passada, o popular clube do Sambizanga, a uma jornada do fim do primeiro turno do Girabola, ocupava a 11ª posição, com 11 pontos.
Na condição de equipa visitada, o Progresso tem feito bons resultados, tendo um registo de quatro vitórias, dois empates e uma derrota, frente ao Kabuscorp do Palanca (2-3). Dos 21 pontos possíveis, a formação sambila fez 14.
A atravessar uma fase menos boa, o Santa Rita de Cássia do Uíge ocupa a última posição no campeonato, com apenas sete pontos. Em 14 jogos disputados, o Santa Rita venceu apenas uma partida, empatou quatro e perdeu nove. Como forasteiros, os católicos o melhor que conseguiram foram dois empates, frente ao ASA e Desportivo da Huíla, sendo que nos restantes cinco desafios averbaram derrotas.
Contas feitas, o Santa Rita tem para já uma missão difícil na capital, porque enfrenta um Progresso moralizado que não perde há quatro jogos. Ambas as equipas jogam pela primeira vez nas competições sob a égide da Federação Angolana de Futebol (FAF).
Sábado, na sequência da jornada, o Petro de Luanda mede forças com o 1º de Maio de Benguela, às 16h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro. O ASA enfrenta a Académica do Lobito, às 16h00, no Estádio Municipal dos Coqueiros.
No dérbi do Huambo, o JGM defronta a Caála, às 15h00, no Estádio do Ferrovia. O Progresso da Lunda Sul tem pela frente o Desportivo da Huíla, às 15h30, no Estádio Municipal das Mangueiras. No domingo, 1º de Agosto e Kabuscorp centralizam as atenções, às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, ao passo que o Interclube joga com o FC Bravos do Maquis, às 16h00, no Estádio 22 de Junho. Libolo e Sagrada fecham a jornada no próximo dia 31, por força da participação dos libolenses na fase de grupos da Taça CAF.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia