Desporto

Renascer da Associação deixa satisfeito dirigente

Pedro Futa

O presidente da Federação Angolana de Natação (FAN), Mário Fernandes, está regozijado com o ressurgimento da Associação Provincial de Luanda (APNL). Em declarações ao Jornal de Angola, Mário Fernandes revelou que a APNL vai dar um grande contributo ao desenvolvimento da modalidade.

Presidente da Federação Angolana de Natação (FAN), Mário Fernandes
Fotografia: DR

”A família da natação está de parabéns, com a reactivação de mais um membro da Federação. É um grande contributo para o desenvolvimento da modalidade, e vem provar a nossa união, resiliência e mostrar que temos futuro”, revelou. O dirigente disse esperar o mesmo das outras províncias.”Espero que o renascimento se estenda às outras associações, onde a natação no passado já se fez sentir, como as do Cuanza-Norte, Cabinda e Benguela.

Mesmo com as dificuldades financeiras que o país atravessa, Luanda mostrou que é possível com a ajuda de todos, em especial os pais que levam os filhos para aprender a nadar, e fortifica cada vez mais a FAN”,esclareceu. A FAN vai lançar um programa, com o lema “Voltar a nadar”, que visa trazer à ribalta a modalidade em tempo de pandemia com todas as medidas de biossegurança, para não disseminar o vírus, segundo Mário Fernandes.

O dirigente explicou as recomendações da Organização Mundial da Saúde(OMS), em relação à prevenção da Covi-19. “Temos a certeza que a água com cloro é segura, e vamos trabalhar nas medidas de concentração do PH e CL, manter o distanciamento entre os atletas nas piscinas e a higienização dos balneários e as medidas do manuseio dos instrumentos que têm de ser rigorosas”,explicou.

A previsão do recomeço das actividades desportivas está para 15 de Agosto, altura da subida das temperaturas propícias para a prática da natação. Mas tudo vai depender do quadro epidemiológico do país, de acordo com Mário Fernandes.

Tempo

Multimédia