Richardson quer colocar Gabão no pódio africano

Vivaldo Eduardo |
7 de Abril, 2017

O antigo meia distância central da selecção francesa Jackson Richardson, melhor jogador do Mundo em 1995, é desde segunda-feira o novo seleccionador sénior masculino do Gabão.

Fonte da federação francesa confirmou que o bicampeão mundial, enquanto jogador, será assistido nas novas funções pelo antigo treinador do Issy-Paris, Pablo Morel.
Aos 47 anos, o antigo “capitão” da selecção francesa detém a invejável marca de 417 internacionalizações e 775 golos ao serviço do sete nacional gaulês. Richardson assinou contrato com duração de dois anos, na presença do presidente da federação gabonesa e do ministro da Juventude e Desportos.
O Gabão vai acolher, entre 17 e 28 de Janeiro de 2018, o Campeonato Africano  masculino. A contratação do actual treinador do Dijon e um dos mais emblemáticos jogadores franceses de todos os tempos visa proporcionar a progressão da selecção gabonesa, tornando-a capaz de ombrear com a Tunísia, Egipto, Angola e Argélia, as nações que dominam o andebol masculino em África.
“Estou consciente das dificuldades que iremos encontrar”, disse o novo seleccionador, após a assinatura do contrato, garantindo estar “profundamente identificado com as ambições deles (jogadores) e da federação. Colocarei todo o meu conhecimento e experiência ao serviço do andebol gabonês, para melhorar o máximo possível a qualidade competitiva da selecção”.
Apesar de se tratar da sua primeira experiência internacional como treinador, Jackson Richardson assume claramente a intenção de colocar as Panteras do Gabão a desafiar as nações que mantêm a hegemonia do andebol continental. “O objectivo é subir ao pódio. Sou vencedor e quero ir além desse objectivo, ou seja, chegar o mais longe possível. No entanto, convém lembrar que o Gabão terminou o CAN de 2015 no penúltimo lugar e esta prova é normalmente conquistada por países do Magrebe, que são muito fortes, como a Tunísia e o Egipto”, referiu. 
Nascido nas Ilhas Reunião, o novo seleccionador nacional do Gabão revelou ainda que já tem preparado o programa de preparação das selecções sénior e júnior daquele país, devidamente aprovados pela federação, para ser implementado a partir de Junho.  
 No entanto, o trabalho já começou, com o trcinador a observar potenciais jogadores seleccionáveis.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA