Desporto

Rivais decidem hoje título da Supertaça

Teresa Luís

As equipas sénior feminina de andebol do Petro de Luanda e 1º de Agosto centralizam hoje as atenções dos aficionados da modalidade, quando se defrontarem às 19h00, no Pavilhão Gimnodesportivo da Cidadela, em partida referente à Supertaça “Francisco de Almeida”. 

Cidadela volta a fervilhar
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

O desafio entre as rivais marca a abertura da época 2018 e coloca em campo onze títulos, sendo dez das petrolíferas e um das militares. As tricolores às ordens de Vivaldo Eduardo, com um conjunto teoricamente inferior, conquistaram no ano passado a Supertaça e a Taça de Angola.

As rubras e negras com um grupo mais equilibrado nos diferentes sectores, venceram o provincial de Luan-da e o Campeonato Nacional. Dos quatro troféus em disputa, 1º de Agosto e Petro repartiram as conquistas por igual.

Na presente temporada, Vivaldo Eduardo deixa de contar com os préstimos da meia-distância Manuela Paulino (por opção própria) e da ponta Natália Kamalandua (devido à maternidade). Hoje, merecem a confiança do treinador as juniores Ilódia Joaquim e Emingarda Ferreira. O técnico tem ainda à disposição a meia-distância Lurdes Monteiro (ex-1º de Agosto).

Regresso de Wuta

À par do regresso da polivalente Wuta Dombaxi, o técnico do 1º de Agosto Morten Soubak conta com as meia-distâncias Helena Paulo e Vivalda da Silva (ex-Marinha Guerra). Na última convocatória da Selecção Nacional, que disputou o Mundial da Alemanha, do conjunto do Eixo Viário foram convocadas seis executantes (Natália Ka-lamandua, Magda Cazan-ga, Manuela Paulino, Ríssia Oliveira e Aznaide Carlos e Vilma Neganga), tendo a formação do Rio Seco dispensado oito (Cristina Bran-co, Marta Alberto, Janeth Santos, Iracelma Silva, Al-bertina Kassoma, Juliana Machado, Isabel Guialo e Dalva Perez). 

À julgar pelo histórico dos jogos entre si e a ambição dos respectivos plantéis, o equilíbrio vai ser a tónica do encontro, cujo desfecho é imprevisível. Em masculinos, o jogo marcado para as 17h00, vai opor o Interclube ao 1º de Agosto.

Dez troféus entram para a quadra, sendo cinco para cada equipa. Os militares orientados por  Filipe Cruz, no ano passado venceram o provincial de Luanda, Campeonato Nacional e Taça de Angola, ao passo que os polícias sob o comando técnico de Viktor Tchikoulaév conquistaram a Supertaça.

 


Tempo

Multimédia