Desporto

Roger Federer à espera de temporada “louca”

Classificado em terceiro lugar no mundo, o suíço quer o terceiro título consecutivo em Melbourne, tendo desfrutado de um renascimento no final da carreira para ganhar o Grand Slam de abertura do ano em 2017 e 2018.

Suíço ambiciona conquistar mais provas do Grand Slam
Fotografia: DR

A vitória de Federer em Melbourne em 2017 foi o seu primeiro título de Grand Slam desde 2012 e chegou quando muitos o tinham rotulado apenas como candidato. Com 37 anos e 20 vitórias no Grand Slam, ele pode reflectir sobre um par de anos “loucos”, incluindo um oitavo título em Wimbledon.
“Eu acho que com a minha idade as pessoas sabem que se eu fizesse algo extraordinário isso seria incrível”, disse ele em Perth, na quinta-feira.
“Se isso não aconteceu, talvez seja lógico que eu não consiga produzir esse ténis todos os anos. Talvez também precise de um pouco de sorte. Muitas coisas precisam de acontecer para ganhar qualquer Slam. Espero que mais uma vez seja o início de uma grande temporada para mim, porque as últimas duas temporadas foram loucas.”
“Fiquei muito feliz com o fim da temporada”, disse. “As últimas três ou quatro semanas foram muito intensas. Estou muito empolgado e motivado para esta próxima temporada.”
Federer abre a tempora-da na Taça Hopman a 30 de Dezembro com o embate contra a Grã-Bretanha. No dia de Ano Novo, ele faz parceria com Belinda Bencic para enfrentar os Estados Unidos, representados por Frances Tiafoe e Serena Williams.
A partida de duplas mistas assistirá a uma batalha sem precedentes entre dois dos maiores jogadores que o jogo já viu, com 43 títulos de Grand Slam, entre Federer e Williams.
Federer admitiu que é uma partida única na vida e uma que ele espera ansiosamente. “Nós provavelmente vamos jogar um pouco para baixo, e dizer que não é grande coisa para nós, é apenas mais uma partida de ténis. Mas, não é porque provavelmen-te vai acontecer uma vez e nunca mais”, concluiu.

Tempo

Multimédia