Desporto

Rui Sampaio é reeleito para mais um mandato

António Cristóvão

Depois de 25 anos na liderança, Rui Sampaio cumpre o último mandato na presidência de direcção do Coprat Futsal Clube. Os corpos sociais para o ciclo olímpico 2020-2024 foram eleitos, no último fim-de-semana, no campo do ASA, em Luanda, com 16 votos a favor, sem abstenção e nenhum contra.

Mandato vai até ao ano de 2024
Fotografia: Agostinho Narciso | Edições Novembro

Em declarações ao Jornal de Angola, Rui Sampaio, que também é proprietário e treinador da mesma agremiação desportiva, justificou que a gestão vai ser delicada no presente ciclo devido à pandemia do novo coronavírus, a Covid-19.

"Este mandato vai ser mais difícil que o anterior. Devido ao meu problema de saúde, é o último a dirigir. Temos de dar lugar aos mais jovens que amam o clube", disse o dirigente.

Na presidência da Mesa da Assembleia-geral do clube, foi eleito Ramiro dos Santos Matias, José Carlos Dias Van-Dúnem ocupa a vice-presidência e José Maria Sampaio exerce a função de secretário.

Na direcção, Rui Sampaio tem como vice-presidentes Carlos Manuel dos Santos, Valódia de Almeida e Noélia Alexandra de Mesquita Sampaio.

Alberto Augusto Capitango foi eleito para ocupar a função de secretário-geral da agremiação. O Conselho Fiscal vai ser presidido por Geraldo Barata. Vice-presidente Walter Emerson é o vice-presidente e Adilson da Silva Dinis é o secretário.

Gilson Cláudio Lopes, Vadano Laurentino, Massoxi dos Santos e Nsunda Wayenda Baptista são os vogais de direcção.

A tomada de posse dos novos corpos sociais da Coprat FC realiza-se na próxima sexta-feira, às 16h00, no bairro Maculusso.

A Comissão Eleitoral foi presidida pela antiga estrela do Petro de Luanda, Abreu Neto, coadjuvado por Jordan Coelho (secretário) e Teófilo Mendes (escrutinador).

A Coprat FC foi fundada em 14 de Junho de 1999, no Distrito Urbano do Sambizanga, em Luanda. Tem na galeria vários troféus de campeão nacional e provincial de futsal de Luanda.

Tempo

Multimédia