Desporto

Sambilas querem complicar pretensão do vice-campeão

António de Brito

Petro de Luanda e Progresso Sambizanga disputam, hoje às 16h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, o dérbi da capital número 32, em jogo de acerto à segunda jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola'2019/20, cujo adiamento do desafio foi solicitado pelos “sambilas”.

Tricolores perseguem triunfo para ficarem mais próximos do topo da tabela classificativa
Fotografia: Paulo Mulaza| Edições Novembro

Galvanizado com os três pontos conquistados ao Cuando Cubango, ao vencer por 3-1, o vice-campeão nacional pretende manter a senda dos triunfos na recepção ao Progresso para juntar-se à Académica do Lobito e ao Recreativo do Libolo, na segunda posição do campeonato.
Os “tricolores” do Eixo- Viário ocupam o quarto posto da classificação com 14 pontos, ao passo que os “sambilas” aparecem no modesto 13º lugar, com sete e menos um jogo com o Desportivo da Huíla, relativo à oitava jornada.
A realizar uma prova intermitente, a equipa sambila joga cartada decisiva diante da formação petrolífera, uma vez que não vence há duas jornadas, após a vitória, por 2-1, diante do Sporting de Cabinda. Frente aos comandados do espanhol António Cosano, os pupilos de Kito Ribeiro esperam iniciar uma nova etapa no campeonato, mas sabem que têm um jogo complicado, visto que o Petro joga em casa, está motivado e não vai querer desperdiçar pontos. Nas últimas três partidas como visitados, os petrolíferos arrecadaram nove pontos e marcaram seis golos. Como visitantes, os sambilas somaram apenas um ponto, em três jogos realizados e marcaram dois.
Apesar de equipa favorita, o Petro de Luanda sempre que defronta o Progresso Sambizanga passa por “maus bocados”, mas leva clara vantagem com saldo de 18 vitórias, sete derrotas e igual número de empates. Embora esteja a passar por um período menos bom, o Progresso tem um conjunto imprevisível, quando defronta os grandes tem protagonizado surpresas.
Com esses ingredientes, o jogo promete ser “electrizante” e de desfecho imprevisível, apesar dos tricolores assumirem o favoritismo. Os desafios desta envergadura, normalmente, são decididos nos detalhes. Na formação petrolífera três jogadores cruzam com a ex-equipa, como são os casos de Yano, Megue e Além.

Antevisão ao jogo

António Cosano, treinador do Petro de Luanda, prevê um jogo difícil frente à equipa adversária, mas não colocou de parte os três pontos em disputa.”Jogamos em casa e temos a obrigação de vencer. Os jogadores sabem da importância do jogo. É imperioso não perder pontos em casa, depois da vitória diante do Cuando Cubango”, justificou ao Jornal de Angola.
Do lado do Progresso Sambizanga, Kito Ribeiro garantiu ter montado uma equipa com o propósito de contrariar ao máximo o favoritismo do oponente.”Esta vai ser a nossa matriz de jogo.Vamos procurar dificultar as intenções do adversário. Mas, não será obviamente uma tarefa fácil”, reconheceu o técnico.
A segunda jornada registou já os seguintes resultados: 1º de Agosto-Desportivo da Huíla (2-0), Libolo-Wiliete (2-0), Maquis-Sagrada (1-0), Interclube-Sporting (3-0), Caála-1º de Maio (1-0) e Cuando Cubango-Santa Rita (1-1).

1º de Agosto e Recreativo da Caála jogam domingo

O 1º de Agosto, líder do Girabola'2019/20, com 18 pontos, recebe no domingo o Recreativo da Caála (9º/10), às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em jogo de conclusão da sexta jornada do Campeonato da I Divisão de Futebol, onde o favoritismo recai para os tetracampeões nacionais, que no entanto têm de se acautelar.
Depois do triunfo difícil na semana passada diante do Cuando Cubango FC, por 1-0, no Estádio dos Eucaliptos, na cidade do Cuito, província do Bié, para a 7ª jornada, os “militares” do Rio Seco esperam voltar a vencer. O 1º de Agosto foi derrotado pelo Caála pela primeira vez ,em 2014, no Estádio 11 de Novembro, por 0-1, e está de sobreaviso, já que o visitante promete óptima exibição e tem crença na vitória. O jogo, inicialmente agendado para o dia 2 , foi remarcado pela FAF, por força do envolvimento do 1º de Agosto nas Afrotaças.
A ronda, que começou a ser disputa no dia 28 de Setembro, registou os seguintes resultados: Sporting -Desportivo da Huíla, 1-1, Libolo-Ferrovia (2-0), Maquis-Cuando Cubango FC (1-2), Interclube-1º de Maio (3-1), Wiliet -Progresso(2-0), Académica-Sagrada(1-0) e Petro -Santa Rita (2-0).

Tempo

Multimédia