Desporto

São Silvestre aumenta orçamento em 14 milhões

Teresa Luís

Orçada em 54 milhões de kwanzas, mais 14 do que em 2017, a 63ª edição da tradicional corrida São Silvestre de Luanda é apresentada publicamente em Agosto, visando acautelar os constrangimentos registados no ano passado.

O facto foi anunciado ao Jornal de Angola pelo presidente da Federação Angolana de Atletismo (FAA), Bernardo João, que assegurou já terem sido apresentados os cadernos de encargos ao Ministério da Juventude e Desportos (Minjud), da prova a ser disputada a 31 de Dezembro, em  ambos os sexos.
“A resposta ministerial foi positiva. Apresentamos oficialmente depois dos campeonatos nacionais de seniores. Há necessidade de projectarmos a corrida mais cedo. No ano passado, surgiram muitos embaraços de última hora. Nesta edição, pretendemos fazer diferente”, garantiu o dirigente.
Bernardo João explicou ainda que percebe as limitações financeiras do ministério e, por esta razão, quer estabelecer parceria com algumas empresas.
“Estamos no processo de diversificação de patrocínios, no sentido de cobrir as necessidades pontuais. Obtivemos boas respostas”, frisou.
Relativamente ao regresso de atletas estrangeiros, o presidente da federação afirmou que o objectivo é garantir a presença de fundistas de outras paragens.
“Principalmente a nível da região cinco, a nossa prova sempre foi internacional.  Queremos ter alguma representação dos países da SADC. Em relação aos prémios, desejamos criar uma tabela, na qual todos os intervenientes estejam dignificados.”

Tempo

Multimédia