Desporto

Saurimo foge da “cauda” após triunfo sobre o ASA

António Cristóvão

Um golo do guarda-redes Anselmo retirou, ontem, o Saurimo FC da 16ª e última posição da tabela classificativa do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola'2018/2019, e ascendeu para o 13º posto com 12 pontos, após triunfo sobre o ASA, no Estádio das Mangueiras, na província da Lunda-Sul, na sequência da disputa da 13ª jornada.

Anselmo marcou o golo solitário, aos 28 minutos, na sequência da cobrança de um livre directo, a castigar uma falta à entrada da área dos aviadores. Na marcação, o guarda-redes fê-lo com mestria e eficácia, sem dar  hipóteses de defesa ao seu homólogo do ASA.
Os anfitriões, que somam 12 pontos no Girabola, conseguiram o terceiro triunfo caseiro e na competição, enquanto os forasteiros, até então décimo quarto, desceram uma posição com 11, e consentiram a sua sexta derrota.
A partida entre Saurimo FC e ASA disputou-se apenas ontem à tarde, devido à  chegada na madrugada de domingo à capital da Lunda-Sul da formação anfitriã, proveniente  da cidade do Lubango de autocarro, onde defrontou o Desportivo da Huíla para a 12ª jornada.
Com este resultado, a formação lunda voltou às vitórias, depois de ter perdido na ronda anterior com o Desportivo da Huíla, por 1-2, no Estádio do Ferroviário, na cidade do Lubango, para a 12ª jornada. Nas jornadas anteriores havia empatado (0-0) com o 1º de Agosto e vencido o Interclube (1-0).
A disputa da ronda encerra amanhã, às 16h00, com o desafio entre Petro de Luanda e Santa Rita de Cássia FC, no Estádio Nacional 11 de Novembro, com os tricolores a assumirem o favoritismo, devido à condição de anfitriões e a diferença de objectivos na prova. Amanhã, às 15h00, jogam também Sporting de Cabinda e Recreativo da Caála, para acerto à sétima jornada.
A 13ª jornada foi marcada pela falta de comparência da Académica do Lobito ao Estádio da vila de Calulo, onde deveria defrontar no sábado à tarde o Recreativo do Libolo.
Os jogadores da Académica, em greve há uma semana, reclamam falta de pagamentos de salários.

Tempo

Multimédia