Desporto

Selecção ensaia detalhes tácticos para defrontar similar do Congo

António Cristóvão

Os princípios de jogo pelas laterais para as acções ofensivas dominam hoje, às 15h30, o treino das Welwitschias Mirabilis, no campo anexo do Estádio Nacional 11 de Novembro, na capital, visando o desafio com a similar do Congo, entre os dias 10 e 12 de Abril, em Luanda.

Fotografia: Dr

Este desafio, que se disputa no Estádio Municipal dos Coqueiros, é referente à primeira mão da eliminatória preliminar de apuramento para a fase final da XII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol sénior feminina (CAN), de 23 de Novembro a 20 de Dezembro, em país a ser definido pela Confederação Africana de Futebol (CAF). A partida de resposta está agendada, entre 24 e 26 de Abril, no Estádio Alphonse Massamba Debat, na cidade de Brazzaville.
Nesta sessão de treino, a primeira parte vai ser dominada pelos exercícios com bola para a recuperação da condição física das atletas. Depois, o grupo continua a actividade com o esférico para melhorar a qualidade do passe, recepção e a circulação rápida da bola.
Na segunda parte da preparação, como tem sido habitual, o técnico Maninho Loyde reparte as atletas em dois grupos, para o ensaio dos princípios de jogo, com o propósito de formar um conjunto coeso durante as transições defesa/ataque.
As Welwitschias Mirabilis voltam a ensaiar amanhã e quarta-feira, às 15h30, as situações de jogo no Estádio Nacional da Cidadela, para no dia seguinte o grupo ser dispensado pelo técnico, para continuar a treinar nos seus clubes, devido aos jogos do provincial no fim-de-semana.
Nesta semana de preparação, Maninho Loide aguarda pela chegada a Luanda das atletas Rita e Ngonguinha, ambas do Chapesseca do Huambo, para a integração no grupo. Depois da chegada, as futebolistas serão submetidas aos habituais exercícios físicos para a equipa técnica observar condição das mesmas.
A edição anterior do CAN foi disputada, de 17 de Novembro a 1 de Dezembro de 2018, no Ghana, com a participação de oito selecções nacionais.
A selecção da Nigéria foi a vencedora e somou o décimo primeiro título africano. 

Tempo

Multimédia