Desporto

Selecção escala hoje Lisboa antes de seguir para Dakar

Teresa Luís

Encerrada a preparação em Luanda, a Selecção Nacional sénior feminina de andebol viaja hoje, às 8h30, para Dakar, Senegal, com escala em Lisboa, palco de disputa do Torneio Pré-Olímpico, a decorrer de 26 a 29 do corrente, qualificativo para os Jogos Olímpicos Tóquio'2020.

Fotografia: Agostinho Narciso | Edições Novembro

A cinco dias do arranque da prova, ao fazer, ontem, o balanço do trabalho realizado, no Pavilhão Principal da Cidadela, o seleccionador Morten Soubak destacou o estado de prontidão do grupo, visando o apuramento.
“Fizemos uma boa preparação. Tudo o que projectámos a nível da defesa e do ataque foi trabalhado com o rigor. Aproveitámos também para fazer alguns jogos, por achar necessário avaliar a execução das orientações. Basicamente ganhámos ritmo para a competição”, explicou o treinador.
Soubak garantiu que o “sete” nacional segue para o Senegal com rodagem competitiva, após os estágios realizados na Roménia e Coreia do Sul.
“Disputámos os Jogos Africanos de Rabat. Portanto, para o Pré-Olímpico estamos bem dotados no capítulo competitivo. Por essa razão, aspiramos bons resultados”.
Durante o último treino, marcado pela ausência justificada da ponta Juliana Machado, as Pérolas ensaiaram o sistema defensivo 5-1 (onde cinco jogadoras posicionam-se à frente da linha dos seis metros e uma fica ligeiramente adiantada para dificultar o ataque das adversárias).
“É importante definir estratégias, e saber como as atletas reagem, caso as oponentes optem por este tipo de defesa. Tal como as outras selecções, pretendemos ocupar a única vaga dos Jogos Olímpicos de Tóquio e tudo faremos para sermos os representantes africanos”, disse.
Depois da sessão, as campeãs africanas foram dispensadas para se despedirem das famílias. Angola estreia no Torneio diante dos Camarões, desafio marcado para o dia 26, e que rememora reedição da final dos Jogos Africanos de Rabat, com triunfo por 28-15, das angolanas.
No dia seguinte, a Selecção Nacional mede forças com a similar do Congo Democrático, e encerra a participação a 29 do corrente frente ao Senegal. Morten Soubak tem à disposição as seguintes jogadoras: Isabel Guialo “Belinha”, Helena Paulo, Natália Bernardo, Wuta Dombaxi, Aznaide Carlos e Magda Cazanga (meia-distâncias), Claudeth José, Iracelma Silva, Janeth Santos, Juliana Machado e Vilma Silva (pontas), Albertina Kassoma, Liliana Venâncio e Ruth João (pivô) e Teresa Almeida “Bá” e Helena Sousa (guarda-redes).
O vice-presidente da Federação, Zeca Venâncio chefia a delegação angolana, integrada também por Danilo Júnior (técnico-adjunto), Marina Calister (fisioterapeuta) e Vilma Lourenço (seccionista).

Tempo

Multimédia