Desporto

Selecção Nacional segue hoje à noite para Braila

Teresa Luís

Decidida em alcançar a melhor prestação no Torneio Internacional de Cárpatos, a Selecção Nacional sénior feminina de andebol viaja hoje à noite, para a cidade de Braila, Roménia, onde compete de 31 do corrente a 4 de Junho.

Pérolas iniciam a preparação para o Mundial do Japão
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

As campeãs africanas projectam em solo romeno a presença na 24ª edição do Campeonato do Mundo, a ter lugar na cidade japonesa de Kumamoto, de 1 a 20 de Dezembro. Além de Angola, participam na prova as similares do Japão e Roménia “A” e “B”.
Antes da ida, as Pérolas cumpriram a quinta e última sessão de treino no Pavilhão Principal da Cidadela. A seguir, as jogadoras foram dispensadas pelo seleccionador Morten Soubak, a fim de se despedirem dos parentes.
Durante a preparação em Luanda, Soubak e comandadas ensaiaram os aspectos defensivos e ofensivos, destaque para as combinações técnicas e tácticas, passes e transições.
O presidente da Federação, Pedro Godinho, defendeu que o torneio será proveitoso para o “sete” nacional. “A selecção japonesa melhorou significativamente. A Roménia é uma das grandes da Europa. Vamos quatro dias antes, para fazer um jogo treino com as japonesas. Por outro lado, são as anfitriãs do Mundial”, explicou.
A brasileira Marina Calista é a nova fisioterapeuta das campeãs africanas, em substituição de Eurico Semedo, ao passo que Albertino Oliveira “Tino”, ex-treinador do ASA, é o novo director técnico da Federação.
Marina Calista está em Luanda há três meses, ao serviço do 1º de Agosto e foi convidada pelo seleccionador a integrar o combinado nacional. “Estou feliz por estar aqui. Espero contribuir com o meu saber para que possamos alcançar muitos títulos”, disse. Há 17 anos como fisioterapeuta, Marina Calista teve passagem na selecção brasileira, campeã Mundial de 2013.
Teresa Almeida “Bá” e Helena de Sousa (guarda-redes), Albertina Kassoma e Liliana Venâncio (pivôs), Helena Paulo, Isabel Guialo “Belinha” e Vilma Neganga (centrais), Iracelma Silva, Janeth Santos, Juliana Machado e Natália Kamalandua (pontas), Natália Bernardo, Vilma Silva, Wuta Dombaxi, Ruth João e Magda Cazanga são as atletas que integram a selecção.

Pérolas têm agenda preenchida em 2019

Cinco competições internacionais vão marcar a época da Selecção Nacional sénior feminina de andebol, designadamente, Torneio de Cárpatos, da Coreia do Sul, Jogos Africanos, Pré-Olímpico e Campeonato do Mundo.
O seleccionador nacional Morten Soubak defende que em função do número de compromissos e os objectivos inicialmente traçados, o grupo deve aproveitar todas as oportunidades para fazer jogos de alto nível. “Portanto, precisamos de estar bem preparados. A velocidade actualmente é muito importante. Por outro lado, a Federação Internacional alterou o molde de disputa.
Na fase preliminar são apuradas apenas três selecções, contra as quatro anteriores. Então, será mais difícil conseguir a qualificação para os oitavos-de-final”.

Tempo

Multimédia