Desporto

Selecção nacional sénior só com derrotas na China

Anaximandro Magalhães

A Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol somou seis derrotas, em igual número de jogos, nos dois torneios internacionais disputados de 28 de Julho a 5 do corrente na China, país anfitrião, em 2019, da 18ª edição da agora designada Copa do Mundo.

Fotografia: DR

Em preparação para abordar a quarta janela do Torneio Africano de Qualificação, a decorrer de 14 a 16 de Setembro, na cidade de Túnis, Tunísia, Angola que discute no Grupo E ao lado do país anfitrião desta fase da competição, Camarões, Tchad, Egipto e Marrocos, o apuramento ao Mundial asiático, não conseguiu ser imponente em terras de Yao Ming, o gi-gante chinês de 2,29 metros, que alinhou pelos Houston Rockets, da NBA, a Liga Profissional de basquetebol mais mediática do Mundo.
Em seis partidas, a Selecção Nacional marcou no total 335 pontos, média de 55,8 por encontro, e sofreu 429, 71,5 sofridos em cada desafio. No primeiro torneio, William Bryant Voigt e pupilos perderam frente à Ucrânia, por 48-57, Sérvia (59-66) e China (47-73).
No segundo, os desaires foram consentidos diante da China B (62-96), Sérvia (52-69) e no encerramento 67-68, frente à Ucrânia.
Disputaram a prova na China, os seguintes jogadores: Gerson Domingos, Alexandre Jungo, Pedro Bastos, Hermenegildo Mbunga, Se-bastião Quicuambi, Edson Ndoniema, Yannick Moreira, Gerson Gonçalves "Lukeny", Reggie Moore, Jacques Leandro Conceição, Malick Cissé e Sílvio Mateus.
Este último fez a sua estreia ao serviço dos hendecacampeões africanos. Sílvio joga na equipa do UBSC Raiffisen Graz, da Áustria. O jogador, de 23 anos, mede 1,88 metros e joga na posição de extremo-base. Sebastião Quicuambi, ex-1º de Agosto, também estreou-se na selecção.

Tempo

Multimédia