Desporto

Selecções ambicionam conquistar medalhas

Teresa Luís

Com o objectivo de conquistar o maior número de medalhas, distintas Selecções Nacionais viajam amanhã para Argélia, palco da terceira edição dos Jogos Africanos da Juventude, a decorrer de 18 a 28 do corrente.

Judocas angolanos pretendem subir ao pódio na competição
Fotografia: M.Machangongo | Edições Novembro

As equipas concentram-se hoje no Complexo do Futungo II. Angola faz-se representar na competição continental nas modalidades de ginástica,  ténis de mesa, judo, karaté, andebol, natação, vela, canoagem, remo e atletismo.
Os Jogos são disputados por atletas entre os 14 e 18 anos, e contam com a participação de 55 países. Com periodicidade de quatro anos, os jogos são organizados desde 2010, pela Associação dos Comités Olímpicos Nacionais de África (ACNOA).
Em declarações ao Jornal de Angola, o chefe da missão angolana, Auxilio Jacob, explicou que nesta fase o Comité Olímpico Angolano(COA)  está empenhado na  aquisição de divisas.
“Estamos a fazer de tudo para conseguirmos o dinheiro. A nossa delegação é composta por 56  atletas e seis oficiais. Infelizmente, por causa da falta de recursos financeiros, grande parte das selecções ficou impossibilitada de trabalhar concentrada, com excepção da ginástica. Ainda assim, acreditamos numa representação condigna da bandeira de Angola”, garantiu o dirigente.
Questionado sobre o orçamento da missão angolana na prova, Auxilio Jacob argumentou: “ainda é prematuro anunciar o valor, isso é da responsabilidade do COA”.  Além de Angola, disputam os Jogos da Juventude, a Namíbia, Congo Brazzaville, Nigéria, Líbia, África do Sul, Senegal, Cabo-Verde, Botswana, Tunísia e o país anfitrião.

Tempo

Multimédia