Desporto

Sub-17 ocupa última posição no Mundial

Angola ocupou ontem, ao perder por 58-70, diante da Bielorrússia, a 16.ª e última posição no Campeonato do Mundo em basquetebol Sub-17 feminino, prova que decorreu na cidade de Minsk. 

 

Elisa Pires e jogadoras disputaram sete partidas
Fotografia: DR

A jogarem em casa, na fuga pela última posição, as bielorrussas não defraudaram os seus compatriotas e com o apoio destes relegaram as comandadas de Elisa Pires para o lugar menos prestigiante da tabela de classificação geral.

Nos números, a Selecção Nacional somou por derrota as sete partidas disputadas. Sorteado no Grupo D, o “cinco” nacional estreou-se com derrota ante a Austrália, detentora do título, por 43-81. Na segunda e terceira jornadas, os desaires foram ante o Canadá, 36-66, e 47-68, Letónia.

Qualificada para os oitavos-de-final por força dos novos regulamentos adoptados pela Federação Internacional de Basquetebol Associado (FIBA), a selecção não conseguiu suster o ímpeto ofensivo da Hungria, ao perder por copiosos 88-48. No primeiro desafio para as classificativas do nono ao 16.º lugar, o combinado angolano foi derrotado de modo expressivo, 41-97, pela China.

Ciente de que jogar pelo prestígio era imperioso, Elisa Pires e as 12 jogadoras por si eleitas fizeram o melhor jogo frente a Colômbia, com quem acabaram vergadas por apertados 44-49. Em vantagem ao intervalo, 38-33, Angola, quando tudo fazia prever que fosse conseguir o primeiro triunfo na competição, baqueou nos quartos subsequentes.

No total, o conjunto nacional marcou 317, pontos em sete encontros, e sofreu 519. Em média, Angola marcou 45 pontos por desafio e sofreu 74.    Em Minsk estão as atletas: Sara Caetano, Conceição Caetano, Cácia António, Alexia Dizeco, Helena Pululo, Tcheuzia Gonçalves, Rafaela Henriques, Nara André, Júlia Francisco, Nelma Cunha, Cristina Lourenço, Maria Quipaca e Rafaela Henriques.

 

Tempo

Multimédia