Desporto

Sub-17 realiza exames médicos em Port Louis

António Cristóvão

Os atletas da Selecção Nacional Sub-17 de futebol efectuam hoje, às 7h00, os exames de ressonância magnética na cidade de Port Louis, Ilhas Maurícias, onde disputa a partir de quarta-feira até 29 do corrente, o torneio da Taça Cosafa de apuramento para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN), agendado para a Tanzânia. 

Atletas são avaliados hoje
Fotografia: Edições Novembro

De acordo com um dos membros do Gabinete das Selecções Nacionais, os exames de ressonância são uma exigência da Confederação Africana de Futebol (CAF), para certificar a autenticidade da idade dos jogadores da categoria.
A Selecção Nacional, que se encontra desde sábado na capital de Port Louis viajou na sexta-feira, dividida em três grupos entre atletas e oficiais.
Os dois primeiros grupos seguiram no voo da companhia nacional de bandeira, enquanto o terceiro e último embarcou à tarde pela SAA (companhia aérea sul-africana). Para a cidade de Port Louis, o técnico Pedro Gonçalves levou apenas 17 dos 20 jogadores escolhidos para a competição africana. Beni, do Petro de Luanda, Ambosini (1º de Agosto) e Paulino (Academia de Futebol de Angola) ficaram de fora por questões de vária ordem.
O pai do primeiro reteve o seu passaporte, enquanto o segundo apresentou está com problemas de saúde. Já Paulino, reprovou nos testes de ressonância magnética realizados quinta-feira passada na Clínica Sagrada Esperança, em Luanda.
               

Tempo

Multimédia