Desporto

Técnico Rui Sampaio quer abandonar cargo

Rui Sampaio, treinador da Selecção Nacional Sub-18 de Futsal, pretende demitir-se das suas funções, devido ao relacionamento com alguns membros da Federação Angolana de Futebol de Salão (FA-FUSA) na ausência do presidente do organismo reitor da modalidade.

Fotografia: DR

"Estou muito desiludido. Não sei se vou continuar à frente da Selecção Nacional. Vou trabalhar até aonde der, mas se as coisas não funcionarem coloco o meu lugar à disposição", disse ontem à imprensa no final do treino realizado no Pavilhão Principal da Cidadela.

“Continuamos a trabalhar porque temos responsabilidades com os garotos e os seus familiares. Não tenho tido vontade de dar treino, porque não sentimos a parte administrativa a funcionar”, destacou visivelmente triste com as condições de trabalho.  

O seleccionador garantiu à imprensa que desconhece a data da viagem para a capital marroquina, Rabat, palco do jogo com o Marrocos.

Rui Sampaio orienta o “Cinco” Nacional, que se prepara para o desafio do próximo dia 25, às 16h00, no pavilhão da cidade de Rabat. 

Para hoje às 16h00, no Pavilhão Anexo I da Cidadela, a Selecção Nacional mede forças com o Kambas FC, também virado na observação da condição física e das situações de jogo. 

Na quarta-feira, o “Cinco” Nacional perdeu com a equipa sénior do Clínica Sagrada Esperança, por 2-4, no campo do Gama, no Bairro Miramar.                      

 António Cristóvão


Tempo

Multimédia