Desporto

Tomás Faria pode ter novos rostos na lista

Edvaldo Lemos

O presidente cessante do Petro de Luanda, Tomás Faria, pode apresentar novos rostos na lista de candidatura às eleições de renovação de mandatos no clube, agendada para o dia 18 de Julho, visando o ciclo olímpico 2020-2024.

Tomás Faria pode ter novos rostos na lista
Fotografia: Edições Novembro

O pronunciamento foi feito sábado último no final da Assembleia-Geral de sócios realizada na sede social no Eixo Viário.

 

A introdução de novos rostos na lista de Tomás deve-se à possibilidade de haver outras listas de candidaturas ao pleito petrolífero.
“Não garanto nada se manterei a mesma equipa de trabalho. Peço-vos que aguardem pelo dia das eleições”, disse.

A recepção de listas de candidaturas junto da Comissão Eleitoral acontece no dia 3 de Julho na sede social da agremiação. Durante a Assembleia-Geral, o presidente cessante asseverou que não tiveram pontos de desacordo e sente-se regozijado pelo resultado apresentado.

“Estamos satisfeitos pelo voto positivo atribuído ao balanço do mandato da nossa administração; isso quer dizer que fizemos alguma coisa relevante”, disse.

Os sócios aprovaram o novo logótipo do clube. Em formato circular, sobressaem o ajustamento das três cores representantes da agremiação, a palavra Atlético em homenagem ao antigo Clube Atlético de Luanda.

O sócio-fundador do Petro de Luanda, Hermínio Escórcio, disse que os ajustes representam a satisfação da massa associativa. “O nosso clube está numa fase de reestruturação. O logótipo é o emblema que representa o clube. A massa associativa reagiu mal ao antigo logótipo, um triângulo que não representava o petróleo. A direcção corrigiu a falha e corrigiu bem”, concluiu.

Tomás Faria concorre à própria sucessão, depois de merecer a confiança da direcção da patrocinadora oficial, a Sonangol EP, e dos sócios presentes na Assembleia-Geral Ordinário.

O Petro de Luanda já teve como presidentes António Mangueira, Botelho de Vasconcelos, Silva Neto, Paulo Gouveia Júnior, Cardoso Pereira e Mateus de Brito, este último falecido a meio do mandato, e foi substituído por Tomás Faria, em 2014. Fundado a 14 de Janeiro de 1980, o conjunto movimenta o futebol, andebol, atletismo, hóquei em patins, basquetebol, ciclismo, ginástica, karaté-dó, vela e voleibol.

Tempo

Multimédia