Desporto

Torneio da Roménia custa 20 milhões de kwanzas

Teresa Luís

A participação da Selecção Nacional sénior feminina de andebol, no Torneio Internacional de Cárpatos, Roménia, está orçada em 20 milhões de kwanzas, revelou ontem o presidente da Federação, Pedro Godinho.

Pérolas deram início ontem à preparação na Cidadela
Fotografia: Paulo Mulaza| Edições Novembro

Três partidas são disputadas na prova a decorrer de 31 do corrente a 4 de Junho. Do valor global, cada jogadora recebe na concentração 500 Euros de subsídio. Em declarações à imprensa, no anfiteatro Paulo Bunze, Godinho afirmou que o montante foi disponibilizado pelo BAI.
“Infelizmente ainda não recebemos a soma que nos cabe do Orçamento Geral do Estado. Portanto, esse patrocínio caiu em boa hora. Também contamos com o apoio da Total. Enquanto estiverem a trabalhar no país, vamos dar 20 mil kwanzas a cada atleta”, garantiu. A viagem das Pérolas a Bucareste está agendada para sábado. O torneio, explicou o presidente, visa garantir a disputa de jogos de grande intensidade e de maior nível de dificuldade. />“Temos dois objectivos. Qualificação para os Jogos Olímpicos e o Mundial de Tóquio. Antes, teremos os Jogos Africanos e um Torneio na Coreia do Sul. Queremos ir ao Pré-Olímpico com maior rodagem. No Senegal, temos a obrigação de ocupar a única vaga”, disse Pedro Godinho.
Hoje, o “sete” nacional realiza às 10h00, o segundo dos cinco treinos previstos, no Pavilhão Principal da Cidadela. Os aspectos defensivos e ofensivos, a par das transições defesa-ataque dominam as distintas sessões.
Ontem, o grupo às ordens de Morten Soubak deu início aos trabalhos. Todas as jogadoras fizeram-se presentes, com excepção da central Isabel Guialo, que milita actualmente na Hungria.

Tempo

Multimédia