Desporto

Torneio Victorino Cunha mostra potencialidades

Anaximandro Magalhães |

A disputa da nona edição do Torneio Victorino Cunha em basquetebol sénior masculino deixou perceptível, não de modo definitivo, o quão equilibrado deve ser este ano o despique pela conquista do Campeonato Nacional.

Irreverência da juventude aliada à experiência criou dissabores a adversários dos tricolores
Fotografia: M.Machangongo|Edições Novembro

Libolo, detentor do título, Petro de Luanda, vice-campeão, 1.º de Agosto, equipa com mais títulos da prova, 18 troféus, e Interclube, única das quatro sem qualquer taça, perfilam-se como as principais candidatas a erguer o ceptro da 40.ª edição.
Renovado, após as saídas de quatro atletas, Reggie Moore, Pedro Bastos, Hermenegildo Mbunga e Teotónio Dó (todos para o Libolo), o Petro, às ordens do camaronês Lazare Adingono, foi a agradável surpresa. Os tricolores, que promoveram à equipa sénior os juniores Pascoal Conde, Maolcon Zungo e Gerson Varanda, e registam as entradas de José António, André Miguel e Sekouba Conde, este último de nacionalidade cabo-verdiana, surpreenderam na ronda inaugural o Libolo, por 76-72, e na segunda jornada, o Interclube, 82-66, a par da crítica desportiva.
Mesmo sem os préstimos do extremo Gerson Gonçalves “Lukeny”e o extremo-poste Leonel Paulo, o Petro ainda deu boa conta de si no jogo diante do eterno rival, 1.º de Agosto, com quem perdeu 70-81. Privados dos contributos de Felizardo Ambrósio “Miller” e Emanuel Quezada, mas fortalecidos com as chegadas de Leandro Conceição, Eduardo Mingas e Sebastião Quicambi, os agostinos conseguiram, contrariamente aos libolenses, fazer jus à condição de candidatos supremos.
Paulo Macedo, técnico dos rubro e negros, resgatou o título que fugia daquela galeria desde 2015. Já os calulenses, chegados à edição com o rótulo de campeões, não conseguiram traduzir na prática o favoritismo. Dos reforços, destaque para Moore, o mais produtivo dos quatro atletas contratados pela equipa orientada por Raul Duarte. Duarte e pupilos somaram por derrota todos os três jogos. Por sua vez, o Interclube liderado  por Alberto Babo, conseguiu, por via do terceiro lugar , disfarçar a campanha pouco conseguida.

Tempo

Multimédia