Desporto

Triunfo diante da Guiné antecipa oitavos-de-final

Honorato Silva | Suez

As Super Águias da Nigéria procuram hoje, às 16h30, frente ao Syli Nationale da Guiné Conacri, em Alexandria, no jogo de abertura do Grupo B da 32ª edição da Taça de África das Nações em futebol, a decorrer no Egipto, até ao dia 19 de Julho.

Fotografia: DR

Vitoriosos na roda inaugural, pela margem mínima (1-0), no baptismo do Burundi, os nigerianos às ordens de Gernot Rohr procuram arrumar as contas do apuramento para os oitavos-de-final, com a conquista do sexto ponto na série. 

A qualidade do futebol apresentado no início de abordagem da competição ficou uns furos abaixo do exigido a uma selecção candidata natural ao título africano. A veia goleadora de Idion Ighalo acabou por ser a chave que evitou o enguiço na estreia.
Mas, apesar da imagem pouco convincente deixada no primeiro jogo, as Super Águias podem voltar a apostar em Daniel Akpey; Temitatyo Aina, William Ekong, Abdullahi Shehu e Kenneth Omeruo; Wilfred Ndidi, Peter Etebo, John Obi Mikel (cap) e Samuel Chukwueze, Idion Ighalo e Alex Iwobi.
A Guiné Conacri entra mais pressionada, em função do empate (2-2), frente ao Madagáscar, principiante que exibiu músculos de aspirante à passagem para a segunda fase.
Os pupilos de Paul Put estão obrigados a responder aos reparos de que foram alvos na estreia, com um desempenho mais próximo do seu estatuto competitivo, de modo a evitar o desaire, de modo a não estar dependente do desfecho do Madagáscar-Burundi de amanhã.
O Syli Nationale de iniciar o jogo com Aly Keita; Issiaga Sylla, Falette Simon, Jullian Jeanvier e Dyrestam Mikel; Ibrahima Cissé, François Kamano, Amador Diawara e Naby Keita; Ibrahima Traoré (cap) e Sory Kaba.

Tempo

Multimédia