Desporto

Vasiljevic pede calma e contenção aos adeptos

O treinador da selecção de futebol, Srdjan Vasiljevic, pediu ontem aos angolanos alguma cautela e contenção ao exprimirem os seus sentimentos, para evitar triunfalismos antecipados que possam afectar o desempenho dos jogadores.

Fotografia: José Cola |?Edições Novembro

Ao falar à imprensa, após o treino de recuperação do conjunto, o técnico argumentou que ainda não se ganhou nada e aos angolanos aguardam tarefas difíceis.
“Fizemos mais uma sessão de recuperação dos jogadores, que tiveram um comportamento justo no desafio contra a forte equipa da Tunísia. Além de estarmos a trabalhar a vertente psicológica, no sentido de elevarmos a motivação do grupo. Por isso, devemos evitar sentimentos de vitória antecipada, para que possamos encarar com responsabilidade e determinação os adversários”, disse.
Os agradecimentos sobre a mensagem de incentivo do Presidente da República, João Lourenço, enviada aos Palancas Negras por ocasião do empate no jogo de abertura, e o estado de forma dos jogadores Gerson Dala e Geraldo, em recuperação de lesões ligeiras, mereceram também referências do seleccionador. Quanto ao treino de cerca de duas horas, presenciado pelo presidente honorário da FAF, Armando Machado, começou com os habituais exercícios de aquecimento e terminou com o ensaio de situações de defesa/ataque.
Os Palancas Negras voltam a jogar sábado diante da Mauritânia e a Tunísia um dia antes com o Mali.

Tempo

Multimédia