Desporto

Vídeo-árbitro será utilizado no Mundial

A tecnologia de vídeo-árbitro será utilizada durante o Mundial'2018. A decisão foi tomada na sexta-feira pela FIFA. "Vamos ter em 2018, pela primeira vez, um Mundial de futebol com vídeo-árbitro. O uso da tecnologia foi aprovado e estamos muito felizes com essa decisão", declarou Gianni Infantino, presidente da FIFA, depois de uma reunião do Conselho do organismo.

"O VAR é algo positivo que irá trazer mais transparência ao futebol. Não irá solucionar todos os problemas do futebol, mas irá ajudar a diminuir os erros de arbitragem", comentou Infantino.
A tecnologia de vídeo-árbitro foi testada por 20 federações desde 2016, ano do lançamento, entre eles as ligas portuguesa, alemã e italiana, em mais de mil jogos. Apesar da sua utilidade, a tecnologia ainda não reúne consensos. A UEFA tarda em aprovar o uso nos seus jogos.
“Ninguém percebe exactamente como o VAR funciona. Ainda há muita confusão. Não sou contra, mas temos de justificar primeiro quando será usado. Vamos ver como corre no Mundial de futebol”, justificou Aleksander Ceferin, presidente da UEFA.
Um dos pontos do VAR que não convence muitos intervenientes no futebol, mas também adeptos, é o tempo de espera para tomar uma decisão. Infantino explica que o tempo perdido é compensado.
“A intervenção do VAR, demora, em média, um mi-nuto por jogo. Se perdemos um minuto para corrigir erros, penso que já estamos a fazer algo de muito positivo”, explicou o líder da FIFA.


Tempo

Multimédia